António Esteves: jornalista da RTP em choque: “Resistiu à pandemia mas não a mais um azar na vida”

A RTP está de luto após a morte de uma pessoa muito querida na redacção de informação do canal.

Num texto emotivo, o jornalista da estação pública enaltece a empregada de limpeza que morrei vítima de atropelamento:

“Este 2020 de má memória já nos tinha tirado tantas coisas e hoje, de forma brusca e repentina, tirou-nos a D. Isabel, que para nós era a Isabelinha.

Nós para ela éramos todos “meninos” e “meninas” naquela voz inconfundível que se fazia ouvir à distância, num apelo ternurento, simpático e ao mesmo tempo atrevido e bem disposto, palavras diárias que nos faziam sentir que éramos da família.

E éramos mesmo. Hoje, quando soubemos, sofremos todos pela perda de um dos nossos, mesmo sendo de outra empresa a Isabelinha era tão RTP como todos nós, pelo carinho com que tratava as nossas secretárias e computadores, pela ternura com que limpava as mesas dos estúdios e cada corredor. Ela sabia que nos ajudava todos os dias a fazer televisão, sabia que todos gostávamos muito dela – adorava passar pela editoria de Desporto só pela algazarra que gerava e foi lá que comemorou os 64 anos há duas semanas – e à sua maneira era feliz, fazendo questão de ser meticulosa e meiga mesmo nas tarefas mais duras e difíceis.

A Isabelinha teve momentos muito bonitos entre nós e gostava de estar connosco, mesmo quando se sentia esgotada e exausta por se ter levantado “ainda de noite” e mesmo sabendo que “ia dormir a correr” por chegar tarde a casa e ter de voltar cedo ao trabalho.Sofria “horrores com dores nas pernas” e sonhava com o dia em que “ia ficar fina”.

A Isabelinha deixou-nos um enorme vazio no coração nestes dias já de si difíceis.Foi uma das muitas heroínas anónimas destes meses terríveis, graças a ela e a toda a equipa que a acompanhou a pandemia quase não fez estragos entre nós.Hoje foi-se embora. Resistiu à pandemia mas não a mais um azar na vida, daqueles a que chamamos destino.Descansa em paz, querida Isabelinha.Os nossos sentimentos à família.”, escreveu António Esteves

Dona Isabel | Foto: João Pedro Mendonça

One thought on “António Esteves: jornalista da RTP em choque: “Resistiu à pandemia mas não a mais um azar na vida”

Add yours

  1. Olá, sou a Fátima de Londrina, Paraná, Brasil. Gostaria de saber o nome da música de Memórias do Horizonte, pois acho linda! Desde já agradeço por sua atenção.

Deixe uma Resposta para Fátima Torrecilha Gomes Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑