Cristina Ferreira não nega ser candidata à Presidência da República

Cristina Ferreira às voltas com candidatura

A apresentadora da SIC não descarta uma possível candidatura à Presidência da República.

Numa entrevista que a revista Visão irá publicar esta quinta-feira, dia 9 de janeiro, Cristina Ferreira não coloca essa hipótese de lado e reage assim:

“Se me perguntasses, chegarias a primeiro-ministro? Dizia-te já imediatamente que não, não tenho qualquer tipo de capacidade para que isso possa acontecer, agora representar todos os portugueses acho que um dia o poderia fazer, que me iria preparar para o fazer e que não iria falhar” , disse

E ainda disse que “Não me imaginava, nunca me passou pela cabeça até ao momento em que as pessoas me começaram a dizer que isso poderia acontecer. Durante algum tempo achei que isso passaria pelas autarquias e por fazer alguma coisa pela minha Malveira”

"Jornal da Noite" da SIC dispara e arrasa RTP e TVI

Jornal da Noite líder

O informativo das oito da noite da SIC continua a ser o líder de audiências em Portugal. Ontem, terça-feira, o “Jornal da Noite” bateu mais um recorde: 13,2% de rating e 25,6% de share.

O “Telejornal” da RTP1 segurou o segundo lugar do pódio com 9,5% de rating e 18,5% de share.

A TVI ocupou o terceiro lugar do pódio com o seu “Jornal das 8” que registou 8,1% de rating e 15,4% de share.

NOTA: os dados aqui apresentados são da responsabilidade da CAEM/Gfk. (Dados Live+Vosdal)

ÚLTIMA HORA: Anabela Neves sai da SIC | Vejam o Vídeo do adeus

Jornalista diz adeus à SIC

Há 27 anos na SIC, sendo uma das fundadoras do canal de Pinto Balsemão, está agora de saída para “novos projectos”.

Na Assembleia da República, Anabela Neves foi aplaudida pelos colegas de profissão. Veja o vídeo, clicando no link abaixo:

https://sicnoticias.pt/pais/2019-11-27-Palmas-no-Parlamento-para-a-jornalista-da-SIC-Anabela-Neves

“Telejornal” deixa “Jornal das 8” bem longe!

Noticiários das 20h00

Esta segunda-feira o informativo das oito da noite da RTP1 trepou nas audiências e agarrou o segundo lugar do pódio.

O “Jornal da Noite” da SIC manteve a liderança com 12,9% de rating e 24,8% de share.

Seguiu-se o “Telejornal” da RTP1 com 10,2% de rating e 19,8% de share.

A TVI surge bem distante da RTP e da SIC com o seu “Jornal das 8” a registar 8,9% de rating e 16,9% de share.

NOTA: os dados aqui apresentados são da responsabilidade da CAEM/Gfk. (Dados Live+Vosdal)

Bruno de Carvalho chama “burro” a jornalista da SIC

Bruno de Carvalho incomodado com pergunta

O ex-presidente do Sporting, na chegada ao tribunal, ficou extremamente incomodado e irritado com a pergunta do jornalista da SIC, Diogo Torres.

Confrontado com uma pergunta sobre as 98 acusações de crime de que é alvo, Bruno de Carvalho recorreu ao insulto quando o jornalista Diogo Torres o confrontou com a acusação de “terrorismo”:

Diogo Torres: “O que é que pretende provar em julgamento depois de vir acusado de terrorismo?”

Bruno de Carvalho: “Quem é que me fez a pergunta do terrorismo?”

O jornalista da SIC identifica-se como o autor da pergunta e volta a fazê-la. Perante isto, o ex-presidente do Sporting respondeu assim, recorrendo ao insulto:

Bruno de Carvalho: “Você é burro! Não gosto de pessoas burras. Gostava que você soubesse de alguma coisa do que está aqui a fazer”

Manuela Moura Guedes arrasa SIC: “Sei que receberam pressões para me afastar”

Polémica na SIC!

Estalou o verniz entre Manuela Moura Guedes e a Direcção de Informação da SIC.

Em declarações à TV Guia, a jornalista conta tudo: “Propuseram-me nas férias fazer entrevistas e eu disse-lhes que ninguém iria aceitar ser entrevistado por mim, só personalidades de terceira e quarta categoria. E portanto, o projecto ia ser um flop. Insistiram na ideia e não aceitei. Vim-me embora.”

A rubrica “A Procuradora” durou 8 meses na SIC no horário nobre e não escapa às críticas da jornalista que aponta o dedo à Direcção de Informação sobre a perda de tempo para os seus comentários no “Jornal da Noite”: “Comecei por ter 18 minutos, acabei com 8. Tinha uma pessoa da pesquisa a trabalhar comigo e levaram-na para o Polígrafo, projecto que soube pela imprensa. Enfim … Se me empurraram? Não … Sei que receberam muitas pressões para me afastar e também sei que é preferível terem o Francisco Louçã e o Marques Mendes, gente muito independente, como todos sabemos”, disparou

Manuela Moura Guedes dá a entender que o fim de “A Procuradora” foi intencional uma vez que as eleições legislativas estavam próximas, tal como o período de pré-campanha dos partidos: “É, é … Deixei de comentar precisamente nessa altura. É estranho, não é?”

Manuela Moura Guedes era para ter regressado à SIC no mês de outubro mas, devido a esta polémica, acabou por bater com a porta e não regressar, tal como prometido em junho, em directo, no “Jornal da Noite” e com o Director Geral de Informação, Ricardo Costa, ao lado.

“Eu, em tempos, há 10 anos, despedi-me e disse que ia voltar um dia e não voltei. Portanto, trouxe o director para dizer que eu volto. E ele é o aval disso”, disse no seu último dia enquanto “Procuradora” da SIC. E, ao lado da jornalista, o director Ricardo Costa confirmou que Manuela Moura Guedes regressaria à antena da SIC: “Termina aqui este formato. Regresserá noutro, depois, em outubro”

Paulo Camacho: afinal, onde fica o Turismo Rural do ex-jornalista da RTP e da SIC? | COM FOTOS E VÍDEO

Paulo Camacho

A VOX POP TV tem recebido várias mensagens de vários leitores a perguntar onde fica o Turismo Rural do jornalista Paulo Camacho.

Em resposta aos nossos leitores, aqui fica toda a informação do Turismo Rural do ex-jornalista da RTP e da SIC.

Chama-se Teima Alentejo SW Country Chic, situa-se no Alentejo, mais concretamente em Odemira.

Morada: Vale Juncal, S. Teotónio, 7630-675 Odemira

Contacto: 961 622 239

Site: http://www.teima.pt/

Já ganhou o prémio de “Melhor Turismo Rural do País” e o prémio de “Melhor Turismo Rural do Alentejo”.

O VÍDEO:

Fotos:

Paulo Camacho abandonou o jornalismo há 13 anos e sofreu um enfarte

Paulo Camacho

Foi jornalista da RTP e da SIC mas há treze anos decidiu afastar-se da profissão que exerceu durante anos.

Cara bem conhecida dos portugueses, Paulo Camacho trocou o jornalismo pelo turismo.

Em entrevista à revista TV Guia, o ex-jornalista conta que actualmente está bem e que tem um “negócio de turismo rural” com a mulher.

Apesar de tudo, Paulo Camacho garante que não deixou de ser jornalista “Não deixei de ser jornalista. Ser jornalista é como ser médico, é para a vida inteira”. Contudo, nunca mais exerceu jornalismo “Não, não exerço. Digamos que estou desencantado com a profissão. Desliguei-me completamente da profissão. Sou consultor de empresas e tenho esse turismo rural que tem sido um projecto pessoal e familiar, que tem corrido bem. Passo metade da semana em Lisboa e a outra metade no Alentejo”

Paulo Camacho explica porque razão está desencantado com a profissão de jornalista “Há uma vertente completamente pessoal e egoísta, que é o jornalismo que eu fazia, que custava muito dinheiro, e hoje em dia não há condições nas empresas de Comunicação Social para fazer esse tipo de jornalismo. Nós vemos que não há coberturas de grandes eventos. E depois estou desencantado com os públicos e com os padrões de consumo”, diz

Paulo Camacho, de 60 anos de idade, conta que sofreu um problema grave de saúde “Está controlado. Tive um enfarte. Fiquei a perceber que morrer de coração é uma santa morte, que não é uma coisa dolorosa, nem de grande sofrimento”

E se gostava de voltar à TV? O ex-jornalista não podia ser mais claro a esta pergunta: “Não, não gostava nada!”

Em 2014, o ex-jornalista da RTP e da SIC perdeu o pai no dia 5 de agosto.

Florbela Queiroz triste com a SIC

Consagrada actriz ignorada pela SIC

Em causa está o facto de este ano não ter sido convidada para a Gala dos Globos de Ouro 2019.

Florbela Queiroz não escondeu a tristeza por ter sido ignorada pelos responsáveis da SIC.

“Hoje [domingo, 29] é dia de Globos de Ouro (claro que não vou, não fui convidada). Eu, este ano, recebi por os meus 60 anos de carreira o melhor Globo que se pode desejar das mãos de sua Exa. o Senhor Presidente da República, a comenda. Sou comendadora. Fiquei feliz, até porque este é o meu Presidente preferido de sempre! Mas desejo à ‘Caras’ e à SIC mais uma noite de glória justa! Quanto a mim, espero talvez para o ano aparecer nos que partiram! Tenham uma feliz e divertida noite. Florbela Queiroz”

Com uma carreira recheada de sucessos, Florbela Queiroz sempre se prontificou a ir à SIC sempre que a estação de Pinto Balsemão a chamava para falar da sua vida privada e da violência doméstica que sofreu por parte do filho e da nora.

Florbela Queiroz comemora este ano 60 anos de carreira.

EMOTIVO: Bárbara Guimarães aparece nos Globos de Ouro | COM VÍDEO!

Globos de Ouro 2019

Bárbara Guimarães, o rosto que mais vezes apresentou esta Gala da SIC, reapareceu em público, continuando a batalha contra o cancro.

Veja o seguinte vídeo, onde todas as emoções estão ao rubro.

VÍDEO:

Fotos:

Polémica: Ordem dos Enfermeiros paga 44 mil euros à SIC para ter uma enfermeira numa novela

Polémica

A Ordem dos Enfermeiros pagou à SIC 44 mil euros para para ter uma enfermeira qualificada na telenovela Nazaré

Em declarações à Rádio Renascença, a bastonária Ana Rita Cavaco confirma o valor pago e diz que não é um gasto, mas sim um investimento:

“Tem a ver com a nossa estratégia de comunicação desde o início e tem a ver com as competências da Ordem, de valorização profissional, imagem social do enfermeiro e da própria dignidade profissional” – começa por explicar

O objectivo é também informar a sociedade civil sobre a missão destes profissionais de saúde e, com isso, “conseguir pressionar também o poder político para todos podermos ter melhores condições”, sublinha a bastonário da Ordem dos Enfermeiros.

VOX POP TV // RR

“Telejornal” foi, ontem, o terceiro programa mais visto em Portugal

Telejornal no top 3

Esta quarta-feira, o informativo das 20 horas da estação pública foi o terceiro programa mais visto no país. À sua frente , apenas teve a telenovela Golpe de Sorte e o Jornal da Noite, ambos da SIC.

Com apresentação do jornalista José Rodrigues dos Santos, o Telejornal registou 8,9% de rating e 20,2% de share.

O Jornal da Noite, da SIC, registou 10,0% de rating e 22,3% de share, tendo sido líder de audiências.

Já a TVI , com o seu Jornal das 8 alcançou 6,5% de rating e 14,7% de share.

NOTA: os dados aqui apresentados são da responsabilidade da CAEM/Gfk. (Dados Live+Vosdal)

BRINCADEIRA: Daniela Santiago chama “emplastro” a jornalista da SIC

Daniela Santiago

UMA BRINCADEIRA ENTRE COLEGAS DE PROFISSÃO

A corresponde da RTP em Espanha acabou de protagonizar um daqueles momentos em que a internet não perdoa.

Em causa está uma fotografia que a jornalista da RTP colocou esta tarde na sua página de facebook, onde aparece o jornalista da SIC, Nuno Luz, a olhar na direcção de Daniela Santiago com uma cara muito curiosa.

Perante a cara do jornalista da SIC, Daniela Santiago acabou por brincar com o colega perguntando para onde é que ele estava a olhar, utilizando a Hastag #versãoEmplastro

Polémica: Protecção Civil colaborou em novela da SIC e ainda pagou combustível

Polémica

Protecção Civil pagou combustível para participar em novela da SIC

Agentes da Protecção Civil e veículos recriaram incêndios de Outubro de 2017 em Leiria.

A Protecção Civil mobilizou na quarta-feira um contingente de meios de combate a incêndios e de emergência para participar nas filmagens de uma novela para a SIC e nada cobrou pelo empréstimo de meios. A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) assumiu “apenas o custo com o combustível associado à deslocalização dos meios”. “Não houve qualquer pagamento à ANEPC”, garantiu ao PÚBLICO.

A Protecção Civil acrescentou ainda que “todo o apoio logístico aos meios materiais e humanos da ANEPC no âmbito desta acção foi prestado pela produtora”

Questionada sobre se a participação da Protecção Civil tinha sido paga, a SP Televisão disse não dispor de informação sobre o assunto. Já a GNR diz ter enviado uma viatura ligeira e quatro militares do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro para as filmagens, em regime de serviço remunerado. “A participação da GNR estava autorizada, salvo empenhamento operacional extraordinário, pelo que, em nenhum momento, esteve em causa o cumprimento da missão da Guarda ou a salvaguarda das populações”, refere esta corporação. 

A Protecção Civil garantiu o mesmo. “Em nenhum momento esteve em causa o socorro à população”, assegurara já num comunicado que surgiu na sequência de um artigo do Jornal de Notícias, uma vez que os meios utilizados eram sobretudo de “apoio e não de combate directo”. Eram “meios de reserva”, esclareceu este organismo.

O objectivo da cena na novela da SIC em que entram os meios em causa é recriar os incêndios de Outubro de 2017 (incluindo a destruição do Pinhal de Leiria e a evacuação de praias na região Centro), que mataram 50 pessoas. A Protecção Civil refere que a sua participação nesta produção seria “obviamente” cancelada” e os meios desmobilizados se existisse uma “ocorrência real”. Era o que estava “previamente acordado com a produtora”, acrescenta a mesma nota informativa.

A participação na reconstituição dos incêndios na novela do canal privado foi “exclusivamente no interesse informativo, na construção de mensagens de informação pública”, o que poderá ajudar a sensibilizar os portugueses para a questão dos incêndios florestais.

Ao PÚBLICO, a empresa SP Televisão confirmou que “teve o apoio de vários agentes de Protecção Civil para reproduzir um incêndio florestal”.

“Ao primeiro sinal de alerta e mobilização de meios, todas as gravações seriam canceladas e os meios accionados para as suas operações de socorro”, disse fonte do gabinete de comunicação da produtora. O gabinete de comunicação da produtora acrescenta ainda que um dos objectivos desta novela é “contribuir para a reconstrução da região e, com esta operação em particular, contribuir para a sensibilização das populações para os cuidados a ter em situação de alerta, procedimentos de evacuação e para os deveres de limpeza das matas”.

Segundo o JN, foram mobilizadas todas as corporações de bombeiros de Leiria, o INEM, os militares do Grupo de Intervenção e Socorro (GIPS), os “canarinhos” da Força Especial de Bombeiros (FEB) e até o SIRESP: todos receberam ordens para se dirigirem às filmagens da SP Televisão, produção que há um mês tinha apresentado a proposta à Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil para participar na novela Flor de Sal.

IN, Jornal Público