Florbela Queiroz foi à RTP fazer rir, chorou e fez chorar: “A solidão é muito complicada”

A consagrada actriz Florbela Queiroz foi convidada do programa da RTP, “A Nossa Tarde”, apresentado por Tânia Ribas de Oliveira.

Durante a entrevista na rubrica “Quem Te Viu e Quem TV” a actriz, com 63 anos de carreira, arrancou gargalhadas do público presente na plateia do estúdio.

Confrontada com uma primeira foto, quando era mais nova, Tânia Ribas de Oliveira disse que Florbela Queiroz, nesta altura, “fazia suspirar as pessoas, ela fazia quase parar muitos corações e disparar tantos outros”. Perante esta afirmação, a consagrada respondeu com bastante humor: “Só não consegui disparar nenhum que valesse a pena. Acontece a todos. Tenho ali companheiras (na plateia do público) que devem sentir o mesmo”, arrancando grandes gargalhadas

Confrontada com uma segunda fotografia, de uma capa de revista, de quando era mais jovem, em biquini, a actriz conta que teve o corpo assim até há 12 anos: “Eu fui assim até há 12 anos atrás. Há 12 anos atrás tinha o mesmo corpo, sem pelinhas, sem nada. Também não tinha tatuagens. Agora estou carregada.” Tânia Ribas de Oliveira não acreditou e reagiu: “Está carregada de tatuagens? Não está nada!”. Florbela Queiroz volta a afirmar: “Então não estou? Olareca! Eu é que sei que estou. Estou carregadinha (de tatuagens) e até tenho num sítio que eu não digo.” Perante isto, o público riu desalmadamente no estúdio. Mas Florbela Queiroz, divertida, deu nova tirada: “Vocês também podem fazer! E há outra coisa que também podem fazer: é com a Gillette, quando rapam as coisas, também podem rapar e fazer um coração. Fica muito mais giro!”, arrancando nova gargalhada do público.

Durante a conversa Florbela Queiroz revelou ser uma pessoa muito triste: “Eu sou uma mulher muito triste. Ao contrário do que as pessoas possam pensar. Eu sou uma solitária. Sou muito triste. Eu não fumo, eu não bebo, eu não nada. E, portanto, uma pessoa entristece, vai murchando, não é?? (Risos do público) Mas eu, toda a vida, fui uma rapariga triste, não sei porquê, mas sempre fui uma rapariga muito triste. Só sou eu, quando tenho as luzes, o público, as tábuas e aí, sai tudo o que está cá dentro. Eu tenho um grande sentido de humor. Isso tenho, reconheço que tenho. De uma coisinha assim (pequena) faço uma graça. Agora ando com a mania de fazer, de roubar um título de uma peça muito conhecida, que é “As Conversas da Vagina”. Eu gostava de fazer “As Conversas das Vaginas das Velhas”. De meter três velhas a falarem do que é que se passa com isto (com a vagina). Não era porreiro?”, causando , mais uma vez, a gargalhada geral no estúdio

Mas, nem só de gargalhadas foi feita a entrevista. Já nos últimos minutos, Florbela Queiroz não conteve as lágrimas e acabou a chorar após pergunta da apresentadora da RTP.

Após ouvir um excerto da música “Eu Sou a Mesma” que Florbela Queiroz cantou e que foi um enorme sucesso de vendas, Tânia Ribas de Oliveira pergunta: “É a mesma?”. A actriz hesitou em responder e Tânia Ribas volta a perguntar: “É a mesma?”. Florbela, já com lágrimas nos olhos, respondeu: “Não! Não (seguido de um grande suspiro). Mas gostava … Sou muito infeliz. A solidão é muito complicada. Não ter trabalho… não é porque não me queiram, não é preciso, não faço falta. Esta situação deixa-me ficar muito só. Isso é muito complicado para mim. Depois rotularem as pessoas. Não se devem rotular as pessoas, rotularem os actores. Um actor quando é capaz de fazer comédia e revista, é capaz de fazer tudo. Porque a Revista é o teatro mais difícil de se fazer. E quando se faz revista fica-se rotulado de ser uma actriz de só ser capaz de fazer rir. Mas não! Um actor, quando é um actor sabe rir, sabe chorar, sabe fazer tudo.E eu sei! Porque já lá estive. Porque já fiz. Não percebo … e faz-me falta trabalhar. É para ter uma razão para me levantar da cama. Tenho muitas saudades destas tábuas (do palco), destas casas, das televisões”

VEJA A ENTREVISTA: https://www.rtp.pt/play/p8248/e570835/a-nossa-tarde/978490

Dias 29, 30 e 31, Florbela Queiroz volta ao palco com a sua nova peça “Virados do Avesso”, na ilha da Madeira.

4 thoughts on “Florbela Queiroz foi à RTP fazer rir, chorou e fez chorar: “A solidão é muito complicada”

Add yours

  1. Saudades de rir, com uma artista maravilhosa, ainda tanto para nos fazer rir e chorar.
    Não sei porque os portugueses que têm o poder de dar trabalho em telenovelas, teatro, revista, só escolhem artistas novos, os mais antigos, são sempre os mesmos, não desfazendo o talento de todos eles.
    No Brasil, os artistas mais velhos têm sempre papéis nas telenovelas, nós portugueses descartamos os melhores…

  2. Obrigada Tãnia! Tenho tantas saudades de voltar de ver a Florbela trabalhar.Devia passar na televisão, Vamos contar mentiras…😄🤗❤

Deixe uma Resposta para Anónimo Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑