Joana Marques goza com campa da mãe de Mila e Adelaide Ferreira

A locutora da Rádio Renascença voltou a causar polémica no seu programa que conduz na rádio católica portuguesa. Desta vez o alvo foi a cantora Adelaide Ferreira e a entrevista que a mesma deu à TVI, no programa “Goucha”.

A humorista analisou a entrevista da cantora a Manuel Luís Goucha e disparou “Eu percebi que Adelaide ferreira tem um problema”, disparou Joana Marques. “Mas é grave?”, perguntou Inês Lopes. “Eu diria que era agudo, é um problemazinho”, respondeu a humorista da RR.

E a análise de Joana Marques continuou pela manhã a dentro: “Adelaide Ferreira foi acometida por diminutivozite. É tramado, mas não tem cura. O portador da doença tem este problema mas nem se apercebe”, disse referindo-se ao facto de Adelaide Ferreira utilizar o diminutivo com frequência no decorrer da entrevista.

“Fomos à campinha da minha mãe”, disse Adelaide, num excerto da entrevista.

Joana Marques dispara: “Não, é aqui que temos de parar Adelaide, ‘campinha’ é que não, não convinha”

Inês Lopes e Ana, colegas de Joana Marques no programa, também entraram na análise da entrevista de Adelaide Ferreira: “a covinha, onde o corpinho está enterradinho”.

Joana Marques continuou: “Fico a pensar como é que a Adelaide será em cerimónias fúnebres, ela chega lá e diz: ‘vim velar o corpinho, posso ver o caixãozinho’?”, ironizou.

A humorista colocou mais um excerto da entrevista no ar: “E quando pensámos que estava encontrada a pior utilização de sempre de um diminutivo, eis que a Adelaide acrescenta esta…”, continuou, mostrando mais uma frase da cantora: “a Argentina Rocha, coitadinha acabou por se suicidar, sabias? Atirou-se de uma janelinha”, disse Adelaide Ferreira. No estúdio as três radialistas desataram-se a rir numa grande gargalhada

Mila Ferreira, irmã de Adelaide Ferreira, não gostou do que ouviu na Rádio Renascença e disparou: “Muito mau gosto estas três senhoras rirem e fazerem chacota com o facto da minha irmã referir-se, de uma forma ternurenta, à campa da minha adorada mãe como campinha”, escreveu. “Um dia, quando falecerem as vossas adoradas mães, vão perceber que há coisas com as quais NUNCA se pode brincar! Muito mau gosto! Feriu os meus sentimentos! Não sei como a Rádio Renascença aceita este tipo de desumanidade!”

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑