Nuno Santos desmente Judite Sousa e jornalista não se fica e responde ao diretor da TVI/CNN

Judite Sousa decidiu bater com a porta e sair da CNN Portugal!

A explicações e a decisão da jornalista apanhou, segundo Nuno Santos. a TVI/CNN Portugal de surpressa.

Mas vamos à cronologia dos acontecimentos:

1 de agosto de 2022, início da noite:

Judite Sousa, em resposta a uma pergunta no Instagram anunciava ter saído da CNN Portugal: “Abandonei sim ( a CNN Portugal) Denunciei o meu contrato a recibos verdes há mês e meio

2 de agosto de 2022, Nuno Santos comenta, pela primeira vez, as declarações de Judite Sousa:

“A saída da Judite é uma circunstância que nos deixa bastante tristes. Nós tivemos conhecimento ontem nas redes sociais de que a Judite terá denunciado o seu contrato de trabalho, para nós isso foi uma novidade porque não é a informação que temos aqui. A Judite tem um contrato de prestação de serviços com a TVI e com a CNN Portugal e está de baixa médica até ao próximo dia 11 de agosto. Hoje têm sido incessantemente repetidas notícias, por exemplo, que dão nota que, quando a Judite foi como enviada especial para a guerra da Ucrânia, o terá feito sem seguro. Isso também não é verdade. A Judite foi para Lviv, na Ucrânia, obviamente com um seguro. Também terá sido dito que a Judite terá estado sem acesso a dinheiro, sem condições para trabalhar. Isso não tem correspondência com a verdade. A Judite escolheu a equipa com a qual quis trabalhar e nós, na direção, demos-lhe todo o apoio ao longo deste processo. Se há alguma circunstância que nos pode ser apontada, e às vezes foi, foi de termos tido um apoio excessivo por contraponto com outros produtos.

2 de agosto de 2022, Judite Sousa não se cala e responde a Nuno Santos:

“Em primeiro lugar, quero deixar uma palavra de estima ao empresário Mário Ferreira. Encontrámo-nos uma vez e foi de uma simpatia inexcedível.

Em segundo lugar, quero agradecer ao Nuno Santos por me ter ‘tirado’ do sofá e me ter escolhido, sem que eu o pedisse, para abrir as emissões da CNN Portugal.

Em terceiro lugar, quero dizer que o meu contrato de trabalho acabou mais cedo por minha e exclusiva iniciativa. Porquê? Porque entendi que quero tentar ser feliz e que para isso tinha que sair do espaço público. Foi uma decisão de VIDA.

Em quarto lugar, quero dizer que o meu contrato- recibos verdes- foi assinado pela empresa (direção de recursos humanos e direção financeira) na primeira semana de maio. Gostaria ainda de dizer que não existindo contrato assinado, também não existiu remuneração. E porquê? Porque como as minhas funções editoriais não eram assumidas perante o grupo de trabalho, entendi que não assinaria o referido contrato de trabalho.

Foi nestas circunstâncias que fui para a Ucrânia, tendo manifestado vontade para o fazer. Sabia que não tinha contrato de trabalho, mas não sabia que não tinha seguro de saúde. A empresa, ao dar conta do problema, elaborou um contrato de trabalho com uma duração de 30 dias. Acontece que o erro já estava feito. Eu estava ausente do país e esse documento nunca existiu à face da lei porque nunca foi assinado por mim. Sem dinheiro? Sim. Nunca vi uma moeda ou uma nota Ucraniana. Para beber uma água, tomar um café, almoçar, pedia ao jovem repórter de imagem que pagasse a minha despesa. E assim se passaram duas semanas. Com uma chamada de uma equipa médica de urgência ao hotel em Lviv onde fui injectada duas vezes. E foi esta a minha ” guerra”. No entretanto, excedí e muito as minhas funções contratuais: estive na noite eleitoral, no jubileu de platina da rainha com 12 reportagens em 4 dias para não falar dos múltiplos directos. Dito isto, estou grata e, principalmente, estou confortável com este ciclo, novo mas breve”

2 de agosto de 2022, Nuno Santos divide-se em entrevistas e até vai ao “Jornal da Uma” explicar a polémica saída de Judite Sousa da CNN Portugal:

“No cumprimento dos procedimentos internos, que se aplicam a todos os colaboradores da empresa, o pagamento por prestação de serviços acontece mediante apresentação de fatura. Judite Sousa esteve, de facto, uns meses sem receber porque não enviou fatura, apesar de ter sido instigada várias vezes a regularizar a situação. Neste momento, a empresa não deve 1 euro à jornalista.

Tivemos a preocupação de, dadas as circunstâncias especiais, providenciar um seguro que, enquanto ela permanecesse em Lviv, tivesse um seguro. Isso aconteceu. O que se fez aquando da partida de Judite Sousa para a Ucrânia foi um contrato com inscrição na Segurança Social. Isso aconteceu com a concordância da jornalista e do seu advogado. A empresa agiu com zelo neste caso e no de todos os jornalistas que desde fevereiro têm estado a cobrir o conflito.

A direção da CNN Portugal está confortável com a forma como tratou Judite Sousa ao longo destes meses. Fê-la sentir-se desejada e acarinhada no regresso à televisão, procurou protegê-la nas suas vulnerabilidades, foi compreensiva perante as ausências motivadas por questões de saúde. Acresce que Judite Sousa teve condições únicas para trabalhar, com uma equipa de profissionais de primeira linha, escolhida pela própria e que esteve sempre ao seu lado.”

One thought on “Nuno Santos desmente Judite Sousa e jornalista não se fica e responde ao diretor da TVI/CNN

Add yours

  1. Eu não sei quem tem razão, mas sei que agora é habitual quem trabalha ser sempre esmifrado. Como é que Mário Ferreira ficou rico? com certeza absoluta que foi a praticar Caridade.

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑