Mário Zambujal vendia poemas aos amigos para encantarem as moças que queriam namorar

Em entrevista à RTP, ao programa “Primeira Pessoa”, apresentado pela jornalista Fátima Campos Ferreira, o escritor e jornalista confessou vender poemas aos amigos para entregarem às namoradas: “Fazia quadras para os meus queridos colegas mandarem às que eles queriam namorar. E era cada quadra 25 tostões e cada e cada soneto sete e quinhentos”. E o que fazia ao dinheiro que ganhava? “Por estranho que pareça, nós bebíamos umas aguardentes medronheiras”

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑