José Rodrigues dos Santos eleito “Escritor de Confiança” pelos portugueses

O jornalista da RTP voltou a ser eleito pelos portugueses como o melhor escritor português, num estudo feito pelas Selecções do Reader’s Digest .

“José Rodrigues dos Santos foi novamente distinguido com a marca “Escritor de Confiança” das Selecções do Reader’s Digest.

O autor da Gradiva foi o escritor mais votado pelos portugueses em 2021.

José Rodrigues dos Santos subiu a percentagem de votos face ao estudo do ano anterior na categoria de escritor, registando a marca de 32% nas preferências literárias dos portugueses.

O Mágico de Auschwitz, o mais recente romance da autoria de José Rodrigues dos Santos, foi o livro mais vendido em Portugal em 2020. Baseado em acontecimentos reais, o romance do autor da Gradiva conta a história de Herbert Levin, um célebre ilusionista judeu que sobreviveu às câmaras de gás.

O Mágico de Auschwitz, primeiro volume de um díptico completado por O Manuscrito de Birkenau, aborda ainda o papel do ocultismo nazi no Holocausto. A obra sustenta-se em testemunhos de sobreviventes entrevistados pelo autor, como Werner Reich, Dov Kulka e Jan Freund, e em pesquisas históricas recentes e pouco conhecidas do grande público para apresentar uma perspetiva inovadora sobre o grande campo de morte.

Estudo “Marcas de Confiança 2021”“Marcas de Confiança” é um dos estudos de mercado mais abrangentes realizados na Europa. Em Portugal, este estudo foi realizado através de consulta efetuada a cerca de 12 mil assinantes da revista Selecções do Reader’s Digest.

As respostas foram apuradas por método de pergunta aberta, sem qualquer sugestão, originando deste modo respostas espontâneas. Ficha técnica- “Marcas de Confiança da Europa 2021” foi realizado pelas Selecções do Reader’s Digest pelo 20.º ano consecutivo.- Este estudo de consumo tem como objetivos identificar as marcas em que os consumidores mais confiam e avaliar os níveis de confiança em produtos e serviços e foi levado a cabo entre Setembro e Novembro de 2020.- A seleção da amostra e as respostas foram ponderadas pela população portuguesa, nas variáveis género, idade e tipo de agregado.- O processamento de dados foi feito por Wyman Dillon, empresa sediada em Bristol, no Reino Unido, e a margem de erro é de 3,9%.”, pode-se ler na página de facebook da Gradiva

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑