A Nossa Tarde José Fragoso RTP RTP1 Tânia Ribas de Oliveira

Polémica na RTP: programa “A Nossa Tarde” com entrevista a neo-nazi

Polémica na RTP

Foi no passado dia 24 de outubro que a RTP e Tânia Ribas de Oliveira receberam no programa “A Nossa Tarde” Nuno Cláudio Cerejeira, um neo-nazi condenado a prisão por crimes de ofensas corporais, para falar do facto de ser pai de tri-gémeos. Actualmente, Nuno Cláudio Cerejeira é militante da causa neonazi e elemento dos Hammerskins em Portugal e proprietário do Club 38, restaurante onde muitas vezes se reúnem os membros do grupo.

A associação SOS Racismo considera invulgar que a estação pública apelide de “pai extremoso” a Nuno Cláudio Cerejeira, um dos envolvidos nas agressões raciais que, a 10 de junho de 1995, provocaram dezenas de feridos e que levariam à morte de Alcindo Monteiro.

Ribas de Oliveira, a apresentadora do programa da RTP, contou durante a emissão a história de como a Fundação Ronald McDonald ajudou Nuno Cláudio Cerejeira e a sua mulher que teve tri-gémeos prematuros.

A SOS Racismo questiona a RTP “se o tempo de antena utilizado” para exibir “paz familiar de um neonazi não previu, por desresponsabilização ou por ignorância, a possível repercussão no seio familiar das suas vítimas.” e Acrescenta “Não podemos ignorar que, numa altura em que os discursos de ódio vão ganhando espaço e legitimidade institucional um pouco por toda a Europa, a televisão pública em Portugal eleja por modelos familiares propagandistas da causa neonazi.

A SOS Racismo critica ainda a RTP (“paga com dinheiro dos contribuintes”) por “suavizar a imagem de um indivíduo comprovadamente envolvido num crime de ódio racial, acerca do qual nunca demonstrou arrependimento por um segundo televisivo que fosse”.

Durante a entrevista, pode-se ver que Nuno Cláudio Cereja tem a testa coberta de tatuagens de índole nazi, bem como o pescoço e os braços. Faz parte da instituição de solidariedade Luz Branca, que ajuda apenas “crianças brancas” em contextos de carência.

Citado pelo Expresso no âmbito de buscas realizadas na Skinhouse/Club 38, Cláudio Cerejeira afirmou: “Chamar preto a alguém não é crime. Agressões há todos os dias em Lisboa. Não estive envolvido em nenhuma e não me arrependo de nada do que fiz”. 

A revista Sábado entrou em contacto com a produção do programa da RTP mas não obteve qualquer resposta. Entretanto, o “A Nossa Trade” decidiu emitir um Comunicado a pedir descukpas aos telespectadores: “No dia 24 de outubro o casal veio ao nosso programa, acompanhado da diretora da Casa Ronald Macdonald Ana Patacho, falar EXCLUSIVAMENTE da experiência da paternidade a triplicar. Aa coordenação do programa A Nossa Tarde não teve nenhum conhecimnto sobre os antecedentes criminais do pai, nem tão pouco das suas convicções políticas. Nunca o teríamos recebido, se soubéssemos”.

Link do programa com a entrevista a Nuno Cláudio Cerejeira:

https://www.rtp.pt/play/p5720/e435005/a-nossa-tarde

Anúncios

1 comment on “Polémica na RTP: programa “A Nossa Tarde” com entrevista a neo-nazi

  1. A RTP é que deveria ver as pessoas que leva para a televisão, para fazerem entrevistas

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s