Comunicado sobre as acusações de Paulo Dentinho

Comunicado.jpg

COMUNICADO

Perante as afirmações gravíssimas do Director de Informação da RTP, Paulo Dentinho, nas quais envolve o bom nome da VOX POP TV e coloca em causa a nossa isenção, onde acusa o nosso site de “um complot” que, segundo o próprio, foi consertado com elementos da RTP , cabe-nos dizer o seguinte:

A VOX POP TV rejeita, por completo, esta acusação, descarta-a na sua totalidade, e desafia o director de informação, também ele jornalista, a provar aquilo que disse. Que prove que o nosso site está por detrás de “um complot” contra ele… Como se houvesse interesse de alguém na VOX POP TV a querer a cabeça dele ou o lugar que ocupa na RTP. Não fomos nós que o quisemos substituir no cargo que ocupa pelo Carlos Daniel, segundo foi noticiado pela a imprensa.

Tal como jornalista que é o Paulo Dentinho, tal como os jornalistas da RTP, tal como todos os jornalistas do mundo, todos têm e usam fontes próximas de determinados assuntos/temas. Foi o que nós fizemos. Nós ouvimos fontes e cruzamos informações e noticiamos.

Erramos ao noticiar que tinha sido aberto um inquérito contra Paulo Dentinho, notícia essa que foi corrigida, de imediato, num outro artigo. Fizemos aquilo que devia ser feito, repor a verdade e corrigir a anterior informação. Será que o jornalista Paulo Dentinho nunca errou, ou foi levado ao erro? Será que a informação da RTP nunca errou?

Mais, noticiamos o esclarecimento que, após várias horas de silêncio, Paulo Dentinho quis dar sobre o referido assunto. Se existisse o tão apregoado “complot”, que o Director de Informação da RTP tanto apregoa, não teria sido dado tempo de antena à sua justificação e àquilo que, segundo ele, o motivou a escrever os textos.

O texto que o Director de Informação da RTP escreveu na sua página de facebook sobre o tema “violações” onde fala de “putas” e de um ” herói nacional”, foram a causa da polémica em torno da sua pessoa. Como jornalista, Paulo Dentinho já deveria saber que a notícia espalha-se a todo o vapor nas redes sociais. Muito mais ocupando o cargo que ocupa.

O jornal Observador noticiou que Paulo Dentinho não escreveu um texto, mas sim dois, que foram publicados na sua página de facebook e mais tarde apagados pelo próprio. Esta informação não foi avançada pelo nosso site, que desconhecia a existência de outro texto, mas que o referido jornal acabou por publicar na sua edição online. É caso para perguntar: será que, no ponto de vista do director da estação pública, haverá, também, neste jornal, um complot consertado com elementos da RTP contra si?

Diz ainda que o texto foi publicado só para os seus amigos do facebook. Perguntamos: só tem amigos e família adicionados na sua conta de facebook, ou já apagou os anónimos/intrusos? Tem a privacidade do seu perfil activada na sua totalidade, ou só o fez recentemente?

Da nossa parte não há complot, nem campanha contra o Director de Informação da RTP. Estamos de consciência tranquila. Se tem inimigos na RTP, se o seu trabalho não agrada a todos os “elementos” da RTP, isso é um problema seu e que tem de saber resolver.

Agora, caro Paulo Dentinho, não pense que nos intimida quando diz que vai queixar-se às autoridades competentes. Ao dizer isso, estamos perante uma ameaça e perante uma tentativa de pressão sobre o nosso trabalho. Coisa que, certamente, também não aceitaria que lhe fizessem. E nós não aceitamos as suas acusações e muito menos a sua tentativa de pressão. Siga o caminho que bem entender, que nós cá estamos para o que for necessário.

Quando alguém se põe a jeito, não pode tentar virar a polémica contra os outros.

Ao Conselho de Redacção, como jornalistas, virem dizer que o nosso site se aproveitou da situação é o mesmo dizer que a informação da RTP também segue esse lema, porque o que não falta é exemplos de reportagens sobre determinados assuntos que, durante dias a fio, estão nos noticiários do canal público. Ou só a RTP  tem o direito de desenvolver as notícias e acrescentar os seus desenvolvimentos?

Não fomos os únicos a tratar este assunto. Será que a imprensa que noticiou este caso está, também ela, numa campanha contra o director da RTP?

No final deste Comunicado, deixamos uma pergunta no ar: E se nós, fizessemos a leitura das suas palavras como se de uma “campanha” ou de um “complot” se tratasse contra nós… com o intuito de limitar o nosso trabalho?

VOX POP TV, 10 de outubro de 2018

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixa o teu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s