“Rainha da Sucata” está de volta a Portugal!

maxresdefault.jpg

Rainha da Sucata

A telenovela de sucesso que a RTP1 transmitiu nos anos 90 está de volta a Portugal.

Com a exibição dos últimos episódios da telenovela “Tieta”, cerca de 80% dos telespectadores do canal Globo escolheram a “Rainha da Sucata” para substituir a novela da Mulher de Branco, da Perpétua, do Bafo de Bode ou do velho Esteves.

Assim, a partir do dia 10 de setembro, pelas 23h00, estreia “Rainha da Sucata”.

 

ENREDO by Wikipédia:

Ambientada em São Paulo, a trama de Rainha da Sucata retrata o universo dos novos-ricos e da decadente elite paulistana contrapondo duas personagens femininas, a emergente Maria do Carmo Pereira (Regina Duarte) e a socialite falida Laurinha Figueroa (Glória Menezes). Maria do Carmo enriquece com os negócios do pai, o vendedor de ferro-velho Onofre (Lima Duarte), e se torna uma bem-sucedida empresária, mas mantém os hábitos de seu passado humilde. Ela mora com o pai e a mãe, Neiva (Nicette Bruno), no bairro de Santana, na zona norte de São Paulo.

Apaixonada por Edu Figueroa (Tony Ramos) um boa-vida que a desprezara e humilhara na juventude, ela decide “comprá-lo”: propõe casar-se com ele para ajudar sua família, de origem tradicional, mas à beira da falência. Edu aceita a proposta, e a emergente, após o casamento, vai morar no casarão dos Figueroa, nos Jardins, sofisticado reduto da cidade. Na nova casa, Maria do Carmo passa a viver um pesadelo por causa de Laurinha. Casada com Betinho (Paulo Gracindo), pai de Edu, a socialite é obcecada pelo enteado e faz de tudo para conquistá-lo, e não vai deixar a “sucateira” Maria do Carmo em paz.

Além do mau casamento e da perseguição de Laurinha, a empresária começa a ver seus negócios darem errado por culpa do administrador Renato Maia (Daniel Filho), em quem ela confiava plenamente. Renato, na realidade, é um corrupto que aplica um golpe em Maria do Carmo. O executivo se casa com Mariana (Renata Sorrah), uma mulher frágil e rica, que sofre com as ameaças do marido, que só se casou com ela por interesse em sua fortuna. Mariana é irmã de Caio (Antônio Fagundes), um paleontólogo gago que se vê dividido entre a noiva, a fogosa Nicinha (Marisa Orth) e a dançarina de cabaré, Adriana Ross (Cláudia Raia), que por sua vez é filha da vilã Laurinha Figueroa.

A trama também foi marcada pela Dona Armênia (Aracy Balabanian), armênia que mora no Brasil há anos com os filhos Gera (Marcello Novaes), Gino (Jandir Ferrari) e Gerson (Gerson Brenner), que trata como se fossem bebês. Gerson, por sinal é o braço direito de Maria do Carmo na empresa, com quem acaba se envolvendo no início da trama. Os três irmãos mais tarde vão acabar disputando o amor da jovem Ingrid (Andréa Beltrão), filha da requintada senhora Isabelle (Cleyde Yáconis). No meio da trama, Dona Armênia descobre negócios escusos entre seu falecido marido e o pai de Maria do Carmo e se torna dona do território onde a empresa de Maria do Carmo é erguida, um prédio no meio da Av. Paulista e resolve demolir o edifício. Sua frase “Vou botar essa prédio na chon!” marcou a trama e a personagem. Ao invés disso ela toma a empresa de Maria do Carmo que volta a catar sucatas na rua. Contudo, logo Maria do Carmo se recupera com a descoberta de que Caio e Mariana eram seus irmãos, eles passam suas ações da “Do Carmo Veículos” para ela, que volta a tempo de salvar a empresa de todo o caos e bagunça que dona Armênia aprontou com sua má administração.

Outras tramas também merecem destaque, como a da jornalista Paula (Claudia Ohana), que apaixonada pelo trabalho, acaba se envolvendo com Edu e passa a fazer matérias sobre a derrocada da família Albuquerque Figueroa. Ainda na trama tem Jonas (Raul Cortez), que depois se descobre ser o pai misterioso de Paula, um homem sério, simpático e que anota tudo que se passa na mansão dos Figueroa onde trabalha como mordomo e guarda grandes segredos sobre o seu passado e seu envolvimento misterioso com Isabelle.

VÍDEO: abertura da Rainha da Sucata

 

Tânia Ribas de Oliveira: apresentadora volta a viver pesadelo que viveu há 3 anos na RTP com José Pedro Vasconcelos

tania-ribas-de-oliveira-apresentadora-partilhou-fotografia-impensavel-750x501-lt.jpg

Tânia Ribas de Oliveira

É uma das mais populares e queridas apresentadoras da televisão portuguesa com uma legião de fãs que a adora e estima.

Ao longo dos tempos, os telespectadores têm acarinhado Tânia Ribas de Oliveira como se fosse da família.

O contrato com a RTP termina no primeiro trimestre de 2019. Se for rompido por qualquer motivo antes do prazo legal, há uma cláusula que exige um pagamento de um valor bastante alto à RTP.

Caso a TVI queira mesmo levar a apresentadora da estação pública para a sua programação, só o poderá fazer em 2019 para não ter de pagar uma indemnização à RTP, tal como a SIC teve de pagar quando decidiu contratar o João Baião.

 

O PESADELO REPETE-SE

Na RTP, Tânia Ribas de Oliveira e José Pedro Vasconcelos voltam a viver o mesmo pesadelo que viveram há 3 anos com Daniel Deusdado e Nuno Artur Silva , quando estes os retiraram das manhãs da RTP, colocaram “A Praça” de novo no ar e anunciaram o fim do “Agora Nós”. Com um forte protesto dos telespectadores junto da RTP e de Daniel Deusdado, o ex-director e ex-admnistrador da estação pública acabaram por recuar na decisão e colocaram o programa nas tardes da RTP1.

Na altura, sem saber ainda do recuo de Deusdado e Nuno Artur Silva em voltar com a palavra atrás, Tânia Ribas de Oliveira dizia que não sabia o que iria fazer na RTP depois de ca terem informado que iria ficar sem programa… ela e o José Pedro Vasconcelos.

Agora, os rumores do fim do programa voltam, novamente, a soar nos corredores da RTP dando conta de que José Fragoso, actual director de programas da RTP1, quer acabar com o “Agora Nós”, mas que vai manter o programa “A Praça” com um cenário novo e conteúdos novos. A notícia foi avançada pela revista TV7 Dias.

Até agora, José Fragoso ainda não se pronunciou sobre este assunto.

Nas redes sociais os telespectadores já protestam contra o fim da dupla de apresentadores da RTP e contra o fim do “Agora Nós”, prometendo manifestações junto da estação da RTP.

Na internet circula uma petição contra o fim do programa das tardes úteis da estação pública. ( http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT90441 )

Fonte próxima da estação pública garante ao nosso site que José Fragoso “vai ter de cumprir parte da agenda deixada por Deusdado e Nuno Artur Silva” por ordem de Gonçalo Reis e que o fim do Agora Nós “estava nos planos deles (Daniel Deusdado e Nuno Artur Silva).”

Os telespectadores prometem lutar contra o fim do Agora Nós:

voxpoptv.png

voxpoptv001.png

voxpoptv002.png

YouTube: música de Fanny e Canuco fez sucesso há 6 anos | COM VÍDEO!

nova-gente-60649-noticia-fanny-rodrigues-reabre-loja-com-surpresa-inesperada.png

Fanny Rodrigues: a cantora!

Foi em agosto de 2012 que surgia o single “Vida Loca” interpretado por Fanny Rodrigues e Canuco.

Aqui fica o tema que gerou diversas opiniões entre os portugueses mas que conseguiu atingir um sucesso de grande visibilidade.

“Joker” o novo concurso da RTP1 estreia em alta

43459671314_121ffaeb19_z-860x507-1534930546.jpg

Vasco Palmeirim aumentou audiência da RTP1

Foi ontem que Vasco Palmeirim chegou ao horário nobre semanal da RTP1 e, é caso para dizer: chegou, viu e venceu logo na estreia.

“Joker” foi o nono programa mais visto em Portugal, desta segunda-feira, tendo alcançado 6,5% de rating e 14,7% de share.