Tourada da TVI foi líder de audiências.

18076951_oL9da.jpeg

Tourada na TVI líder

A Corrida de Toiros que a TVI transmitiu na passada sexta-feira foi líder de audiências e ainda elevou os números da TVI no horário em que foi transmitida.

Emitida a partir das 22h39 até às 00h45, a tourada dos 25 anos da TVI alcançou 6,21% de rating e 24,3% de share.

Só a telenovela brasileira da SIC conseguiu superar a tourada da TVI por uma pequeníssima margem. “O Outro Lado do Paraíso” registou 6% de rating e 24,6% de share.

A telenovela “Vidas Opostas” perdeu para a TVI obtendo um share inferior ao da tourada: 22,2%, enquanto teve um rating de 7,4%.

A RTP1, à mesma hora, apenas registava 4% de share, próxima dos resultados dos canais da tv por cabo.

Foram as mulheres que preferiram acompanhar a Corrida de Toiros da TVI: 53,6% de share.

A região do Alentejo foi a região portuguesa que mais ligada esteve à transmissão do canal de Queluz de Baixo, tendo registado 13,2% de rating e  48,3% de share, enquanto a região Norte foi a região que registou a audiência mais baixa: 4% de rating e 16,8% de share.

50,2% de share correspondeu a telespectadores com mais de 75 anos.

61,6% de share correspondeu a telespectadores com mais de 55 anos.

A Classe E, considerada a classe de portugueses com menor rendimento, foi a que mais viu a Corrida de Toiros: 35,9% de share.

Já a Classe AB, o lado oposto da Classe E, rendeu 12,6% à TVI.

Diogo Carmona acusa mãe e avós de o tentarem roubar

Diogo Carmona.jpg

Diogo Carmona

Foi no decorrer do dia de hoje, 27 de agosto, que o actor de “Floribella”, que a SIC transmitiu, decidiu desabafar e contar aquilo que lhe estava a acontecer.

“Aos 19 anos, quando descobri que a minha mãe me tinha roubado centenas de milhares de euros, entrei numa fase depressiva. A minha mãe aproveitou o facto de eu estar um pouco em baixo para me internar numa ala de psiquiatria como doente. Caso a pusesse em tribunal, ela ia alegar que eu era maluquinho e não tinha responsabilidade para gerir o dinheiro. Quando confrontada pelo resto da família, disse que ainda restava dinheiro: mentira. Continuei a viver com a pessoa que pior me fora (fora o facto de me difamar a toda a gente que conhecia e meter barbitúricos na minha comida sem qualquer prescrição médica. Há relativamente pouco tempo, depois de ter chamado a polícia várias vezes a nossa casa a alegar que eu lhe fazia violência doméstica, conseguiu expulsar-me de casa, fiquei em casa de amigos e familiares e não se preocupou com a minha sobrevivência, deixou-me às mãos do destino e de amigos meus que não tinham maturidade para perceber a situação”, contou o actor referindo-se à sua mãe

Mas, segundo o actor, não foi só a sua mãe a querer fazer-lhe mal… os avós também o tentaram prejudicar:

“Estava de momento a morar em casa dos meus avós paternos (sendo que o meu pai nunca foi presente) e hoje, os meus avós mostraram que, tal como a minha mãe, tinham o plano de me deixar na miséria e provocaram, voluntariamente, uma briga comigo e agrediram-me com um taco de golfe, com o meu skate entre outros objectos, e ligaram para a polícia a dizer que eu é que tinha começado tudo” – contou no Instagram

 

 

 

RTP: José Fragoso quer acabar com o “Agora Nós” da RTP

33817_46985_90220.png

Agora Nós

O que Daniel Deusdado e Nuno Artur Silva não conseguiram fazer (acabar com o Agora Nós) por causa das centenas e centenas de críticas dos telespectadores da RTP, parece que esse trabalho ficou para José Fragoso fazer.

Sinal de que mesmo afastados dos cargos, Deusdado e Nuno Artur Silva ainda mandam na RTP… Será??????

Os rumores já surgiram nos corredores da estação pública e fonte próxima da RTP garante à TV7 Dias que “a Tânia, assim que regressar das férias, deverá reunir com José Fragoso afim de saber as intenções do director de programas da RTP1”

Para já esta intenção ainda não é oficial por parte do director da RTP1.

Diogo Torres: menino bonito do jornalismo português lança livro

voxpoptvmeninobonitodojornaklismoportuguesdiogotorres.png

Diogo Torres

O jornalista que trocou a CMTV pela SIC no passado mês de junho lança livro sobre Marcelo rebelo de Sousa e António Costa.

Nas redes sociais, Diogo Torres deu a notícia:

“Aos 7 anos, “escrevia” livros, desenhava as capas e obrigava os adultos a agrafarem as páginas.
20 anos depois, posso substituir essas “obras” de uma só edição por isto.
As origens, as histórias desconhecidas e os bastidores da relação entre Marcelo e Costa, nas bancas a partir de dia 7 (de setembro).
E já agora, quem conhecer o Carlos Santos Silva, diga-lhe que preciso de falar com ele.”

40158434_10218321934145570_2607157320332869632_n.jpg