Isabel Queiroz do Vale lança canal de cabeleireiro | COM VÍDEO!

29595466_10211489177565579_5441214099208177090_n.jpg

Isabel Queiroz do Vale

A conhecida cabeleireira portuguesa que detém a marca IQV (Isabel Queiroz do Vale) acaba de lançar um canal de cabeleireiro.

O canal é no YouTube e terá vídeos duas vezes por semana. Às terças e quintas-feiras.

Isabel Queiroz do Vale foi  a promotora de cabeleireiros unissexo em Portugal, em 1975. Depois criou a sua marca, a IQV, que acabou por ser a primeira marca da Europa a ter publicidade na TV.

 

 

PUBLICIDADE NA TV: Isabel Queiroz do Vale

 

 

SALVADOR SOBRAL: Cláudio Ramos diz que Maria Vieira tem razão

nova-gente-62392-noticia-claudio-ramos-toda-historia-de-amor-do-apresentador-e-do-novo-namorado

POLÉMICA

O comentador de imprensa cor-de-rosa da SIC volta a estar envolto numa polémica, depois de concordar com as críticas da actriz Maria Vieira a Salvador Sobral, vencedor da Eurovisão 2017.

No programa “Passadeira Vermelha”, Cláudio Ramos disse que “Eu não fui nada injusto com o Salvador Sobral quando disse aqui que era um menino mimado, birrento e que lidava muito mal com o facto de ter ganho o Festival da Canção e com a notoriedade que ganhou com isso. Ninguém apontou uma arma à cabeça do Salvador Sobral e lhe disse: ‘meu amigo, tu vais concorrer ao Festival da Canção e depois vais ganhar e representar Portugal e depois eles vêm cá organizar. Ele concorreu com a irmã porque quis, ninguém o mandou para lá, logo, a atitude que o Salvador teve ao longo de todo este processo é inadmissível”

O comentador da SIC voltou a apontar o dedo a Salvador Sobral depois de o cantor ter criticado a canção “Toy” que Netta levou ao certame musical e que acabou por ser a vencedora da edição deste ano: “Sou obrigado a dizer que, por uma vez na vida, a Maria Vieira teve razão naquilo que escreveu: que foi um prazer ver o Salvador Sobral engolir um sapo depois de ter dito tanto mal da canção”

EBU diz que a Eurovisão da RTP foi a melhor de sempre

Eurovision-2018.jpg

ALL ABOARD

“A RTP foi distinguida pela EBU pela circunstância de ter garantido a melhor organização de sempre na produção do EUROVISION SONG CONTEST.” – anunciou a estação pública num Comunicado

 

 

“O Festival Eurovisão da Canção é o maior espetáculo musical do mundo e esta edição de 2018 foi vista por 186 milhões de telespetadores em 42 países*

A Grande Final do Festival Eurovisão da Canção de 2018 atingiu 35.8% de share, o mesmo valor da edição de 2017, o que representa o dobro do valor médio do horário nobre (15.3%sh).

Israel, o país vencedor desta edição de 2018, alcançou o maior nível de audiências desde 2005, o que se traduziu em 50.9% de quota de mercado.

Chipre foi outro grande vencedor de audiências, conquistando o seu melhor resultado desde 2003. A emissão televisiva do Festival Eurovisão da Canção obteve 77.4% de share.

A televisão pública da Alemanha (ARD) registou o maior número de telespetadores pelo 8º ano consecutivo (7.7 milhões). Na BBC 1 os valores subiram 5% face a 2017, contabilizando 7 milhões de espectadores.

A LA1, o canal generalista da televisão pública espanhola, apresentou o maior aumento no número de telespetadores, quase duplicando o valor de 2017. 42.2% de share, o que se traduz em 6.4 milhões de telespetadores, deu a Espanha o terceiro lugar do mercado televisivo global. Nesta edição do Festival Eurovisão da Canção, a RTVE conquistou a maior audiência desde 2008.

Portugal foi o país anfitrião desta edição e obteve na Grande Final um acréscimo de 10% de audiência face a 2017. 1.5 milhões de telespetadores (36.4% de sh), o melhor resultado desde 2008.

A Islândia alcançou, uma vez mais, a maior quota de mercado (95,3%), apesar de não ter chegado à final pelo quarto ano consecutivo.

O Festival Eurovisão da Canção mantém a capacidade de agregar público jovem:

· Em média, 43.1% dos jovens na faixa etária entre os 15 e os 24 anos assistem a este grande evento musical nos 42 mercados analisados. Este valor é quatro vezes superior à média (10.6%share) deste target nos operadores de serviço público da Europa.

· Também a audiência junto do público infantil (4-15 anos) é sensivelmente quatro vezes superior à média (35.1% sh vs 8.3%sh).

· O mesmo acontece junto dos jovens adultos (25 e os 34 anos) 35.4%sh vs 9.5%sh.

Nesta edição registaram-se 6.6 milhões de live streaming em 198 territórios nos três espetáculos do Festival Eurovisão da Canção. O canal oficial do Youtube teve um acréscimo de 10% face ao ano anterior. 2.2 milhões assistiram à Grande Final no Youtube.

A Grande Final do 63º Festival Eurovisão da Canção foi também emitida por 13 canais de Rádio Europeus.

A RTP foi distinguida pela EBU pela circunstância de ter garantido a melhor organização de sempre na produção do EUROVISION SONG CONTEST.

*Fonte: Resultados produzidos pela EBU com base em Eurodata TV’s.” – IN, RTP

 

“Você na TV” tomba e vê audiência cair a pico!

cristina-ferreira-e-manuel-luis-goucha-dupla-celebra-13-anos-de-companheirismo-750x501-lt.jpg

VOCÊ NA TV com pior resultado do ano

O programa de Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira registou a sua pior audiência este ano e viu a SIC liderar e quase vencer no horário.

Na passada terça-feira, o programa das manhãs da TVI tombou e registou um dos piores resultados desde que é exibido e o pior resultado deste ano: 2,7% de rating e 21.8% de share.

Júlia Pinheiro e João Paulo Rodrigues quase ultrapassaram a dupla da TVI com o seu Queridas Manhãs: 2,2% de rating e 18,8% de share.

Já a RTP1 continua longe dos canais privados e viu A Praça registar 1,1% de rating e 11,9% de share, enquanto o programa de José Carlos Malato registou 2,8% de rating e 15% de share.