Jorge Gabriel: pai do apresentador fica ao cuidado da Santa Casa da Misericórdia

Jorge Gabriel

O apresentador da RTP acaba de contar aos seus seguidores no facebook que tomou uma decisão difícil: o de colocar o pai aos cuidados da Santa Casa da Misericórdia:

“Acabei de passar por um dos momentos mais angustiantes da minha existência. Uma mistura de sentimentos entre o que devo e o que não desejava tê-lo feito.
O meu pai passou a viver ao cuidado da Santa Casa da Misericórdia da Amadora, medidos todos os prós e contras e por sua livre vontade.
Está em boas mãos, rodeado de carinho, o que me tranquiliza mas deixa-me com o coração em fanicos.
Amo-te muito Pai.” – contou Jorge Gabriel

Cláudio Ramos: “Eu não gosto de falar de famosos”

Cláudio Ramos

O comentador residente da SIC fez um desabafo na internet.

Depois de publicar uma foto nú, Cláudio Ramos colocou a seguinte legenda, em tom de desabafo:

“Eu não gosto de falar de famosos, só o faço porque é o meu trabalho e se dependesse de mim deixava já de o fazer (…) Eu não gosto de estar na linha da frente, incomoda-me ser o centro das atenções” – escreveu o rosto da SIC

nova-gente-62229-noticia-claudio-ramos-surge-nu-e-afirma-incomoda-me-ser-o-centro-das-atencoes.jpg

“Raramente nos despimos. Quase nunca ou para poucas pessoas. Ficar nu de roupa é uma coisa. Nu de tudo é outra. Poucas pessoas me viram nu. Poucas. Pouquíssimas (…)

Quando tiro a roupa faço-o com a luz muito ténue com medo das imperfeições. Grito que lido bem com o corpo, mas grito uma mentira. As pessoas que me viram nu nunca perceberam isso. Somos tão mais do que um corpo despido frente a alguém. Somos uns infelizes quando achamos que o corpo nu que satisfaz o outro é suficiente, se esse alguém não nos vê para lá da pele (…)

As pessoas acham que tenho muitos amigos entre celebridades. É mentira. Não confio em quase nenhum e tenho noção que não me veem como um amigo, preferem ter-me como um aliado de confiança porque lhes é conveniente.

Custa-me muitas vezes lidar de frente comigo. Não devo ser caso raro nem único. Por isso agora me despi. Se me perguntarem porquê? Posso mentir ou dizer a verdade, vão acreditar apenas no que lhes interessa. Diga eu o que disser”

 

 

 

“O Confessionário”: Teresa Guilherme desata a chorar na despedida do último programa | COM VÍDEO!

Teresa Guilherme

A apresentadora não conteve as lágrimas na hora de se despedir da TV.

Na última emissão do programa “O Confessionário”, Teresa Guilherme não se conteve ao ver um vídeo sobre a sua passagem pelos diversos reality shows que apresentou na TVI.

Ora veja:

 

André Piçarra: “Os portugueses acabaram com o sonho do meu irmão”

André Piçarra

O irmão gémeo do cantor Diogo Piçarra utilizou o Instagram para acusar os portugueses pela desistência do irmão do Festival RTP da Canção.

“Estou triste com os portugueses. Acabaram com o sonho do meu irmão. Não têm noção do quão brilhante ele é, o ser humano que representa e o músico que está dentro dele. Parabéns, acabaram de perder o português com mais vontade de representar Portugal e de obter um grande resultado – escreveu

andrepiçarravoxpoptv.png

17125443_258358461287918_7242275194268549120_n-741x486.jpg

BRONCA: nova música de Diogo Piçarra acusada de plágio!

Bronca!

Depois de ter visto a música que levou ao Festival RTP da Canção ser acusada de plágio, a polémica parece que vai continuar. Dois dias após a sua participação no certame da estação pública, surge uma nova acusação de plágio. Em causa está o tema «Meu é Teu», que Diogo Piçarra lançou em2015. É através do Vimeo, que surge a comparação dessa música com a música «Falling Slowly».

DIOGO PIÇARRA – Meu é Teu

Glen Hansard & Markéta Irglová – Falling Slowly

A música em causa pertence ao filme ONCE, um filme musical irlandês de 2006. Foi escrito e dirigido por John Carney. Os músicos Glen Hansard (da popular banda de rock irlandesa “The Frames”) e Markéta Irglová (compositora e instrumentista nascida na República Checa) compuseram e executaram todas (exceto uma) as canções originais do filme.

Com orçamento de apenas 130.000 euros (160.000 dólares), o filme foi muito bem sucedido, sendo um sucesso de bilheteria nos Estados Unidos. Recebeu ótimas críticas e prêmios em 2008, como o Independent Spirit Award para melhor filme estrangeiro.

A canção de Hansard e Irglová “Falling Slowly” venceu o Óscar de melhor canção original e foi indicada ao Grammy de 2008. Esta música também foi cantada pelo vencedor do American Idol 8, Kris Allen, julgada por Simon Cowell como “brilhante”.

VOX POP TV | Wikipédia