Tribunal proíbe criança de ir à RTP

Criança foi seleccionada mas não pode ir à RTP

Em causa está o programa das noites de domingo da RTP1, “Os Extraordinários”, apresentado por Sílvia Alberto.

O caso remonta a setembro de 2017, mês no qual a criança de 13 anos iria participar no referido concurso da estação pública.

O Tribunal da Relação de Lisboa impediu a ida do filho à RTP porque o pai não autorizou.

EXTRAORDINÁRIOS é um programa que “premeia as mentes mais espantosas e brilhantes” e o menino de 13 anos seria concorrente por vontade da mãe “por ser dotado de um talento especial”, sabendo-se que foi “seleccionado entre milhares de crianças para participar na primeira fase do programa”

A prova da criança seria a 11 de setembro de 2017 mas foi barrada pelo tribunal, instituição à qual o pai recorreu para travar a vontade da mãe.

Na decisão do tribunal pode-se ler que “a progenitora não alega factos donde se extrai o interesse real da criança na participação num programa de talentos, e sendo certo que o início do ano escolar coincide com a participação em tal programa” (…) “a exposição televisiva do jovem poderá ter repercussões para o mesmo, tanto mais que, no caso, implica a deslocação entre esta ilha e o continente em dias escolares”.

A participação carecia também da autorização do pai uma vez que os pais da criança vivem separados.

Anúncios

Deixa o teu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s