“Dr. Saúde”: ao segundo dia, o novo programa da SIC subiu nas audiências

Dr. Saúde

Ao segundo dia de exibição, o programa médico da SIC subiu nas audiências mas ainda não descolou do terceiro e último lugar do pódio no horário das 18h00.

A TVI liderou com o programa  “A Tarde é Sua”, enquanto a RTP1 segurou o segundo lugar do pódio com o programa “Portugal em Direto” com 4,6% de rating e 16,7% de share. A SIC registou 4% de rating e 13.1% de share com o seu “Dr. Saúde”

Maria Vieira questiona cargo da ministra da Justiça por causa de ser angolana.

Maria Vieira

É a actriz que comenta tudo, desde as mudanças climatéricas, passando pelo Festival e terminando na política. Nada passa ao lado da famosa Parrachita.

Tudo começou através de um texto no qual Maria Vieira elogia o juiz Carlos Alexandre:

voxpoptvmariavieira.png

Depois, já na troca de ideias com os seus fãs o assunto focou-se na actual ministra da justiça portuguesa, Francisca Van Dunem.

Linda, uma fã de Maria Vieira puxa o assunto e sugere que a Ministra da Justiça vá “dar sentenças para a terra dela”. A resposta da actriz surge logo de seguida:

voxpoptvmatiavieiraministrajustioça.png

2015-11-25-francisca-van-dunem.jpg

Vem aí um “Jornal 2” especial com João Fernando Ramos | COM VÍDEO!

Jornal 2 Especial

O jornalista João Fernando Ramos prepara um “Jornal 2” especial, feito a partir dos Cléricos.

No Ano Europeu do Património, o pivot da RTP irá conduzir uma entrevista ao Primeiro-Ministro António Costa.

A emissão especial será na próxima terça-feira, dia 6 de março, às 21h30, na RTP2.

Manuela Bravo sobre Diogo Piçarra: “Se fosse o Tony Carreira era já crucificado”

Manuela Bravo

Cantora falou sobre a acusação de plágio do cantor Diogo Piçarra.

Foi através das redes sociais que a interprete da canção “Sobe, sobe balão sobe” abordou a acusação de plágio que o cantor Diogo Piçarra terá cometido na segunda meia-final do Festival RTP da Canção 2018.

voxpoptvmanuelabravo.png

BRONCA NA TVI: Pedro e João entraram na Casa dos Segredos 7 por cunha da Cristina Ferreira

Bronca na TVI!

Os irmãos João e Paulo que entraram no passado domingo na sétima edição da Casa dos Segredos da TVI não se sujeitaram ao normal casting do reality show.

Cristina Ferreira convidou-os  a entrar na Casa dos Segredos aquando da sua participação dos irmãos no concurso “Apanha Se Puderes”.

Quando estiveram no concurso das 19h00 da TVI, Cristina Ferreira não se cansou de os elogiar: “Vocês devem estar mais que habituados a estes elogios, certo? A malta toda diz que vocês são lindos?”

Mas houve mais situaçõres em que Cristina Ferreira demonstrou estar encantada com os irmãos, tal como relata a revista TV7 Dias “A certa altura do programa, foi pedido a Teixeira para ajeitar um dos concorrentes: «Cristina, estão aqui a pedir-me para ajeitar o concorrente», disse o co-apresentador. E imediatamente, a apresentadora disse: «Podiam-me ter pedido a mim para ajeitar o concorrente», afirmou entre risos.” – IN, TV7 Dias

O convite para entrarem no reality show é agora revelado à revista Mariana por um amigo dos irmãos “Eles foram ao «Apanha como concorrentes e a Cristina gostou imenso deles. Estava sempre a dizer que eles eram muito bonitos e tal, e até uma das produtoras, no final, lhes disse que eles tinham pinta de modelos. Foi aí que eles foram sondados sobre a ‘Casa’… Perguntaram se estariam interessados e eles disseram logo que sim.” – contou

Foto: Flash!

Luís Jardim arrasa júri do Festival: “O Júlio Isidro não percebe nada de música”

POLÉMICA!

Luís Jardim não poupou o júri que a RTP escolheu para a edição deste ano do Festival RTP da Canção.

O produtor musical diz que o júri escolhido “não percebem nada de música, tirando uma ou duas pessoas”

Em exclusivo ao site NTV, Luís Jardim criticou assim o júri deste ano:

“Um júri que dá um ponto à canção do José Cid, que sabe mais de música do que eles todos juntos, diz muito sobre o júri. Como é possível ter tido apenas um ponto? Até pelo respeito à sua carreira nunca poderia ter só um ponto” – começa por dizer

JÚLIO ISIDRO: “O Júlio Isidro deu muito ao espetáculo, à televisão e até à música, mas mais do lado da gestão. Não percebe nada de música”

TOZÉ BRITO: “Conheço perfeitamente o Tozé Brito. É o pior exemplo para julgar um caso de eventual plágio. Um tipo que é diretor da Sociedade Portuguesa de Autores e protege o Tony Carreira não é confiável”

ÚLTIMA HORA: RTP reage à desistência de Diogo Piçarra e já tem substituto!

ÚLTIMA HORA

A RTP acaba de reagir à decisão do cantor Diogo Piçarra:

“A RTP compreende e respeita a decisão do compositor e intérprete Diogo Piçarra de retirar “Canção do Fim” do Festival da Canção 2018. Independentemente dos argumentos e questões colocadas sobre o tema, a RTP não duvidou em momento nenhum da integridade do artista, cuja carreira já fala por si” – pode-se ler no comunicado que a RTP emitiu

A estação pública  informa que o tema composto por Aline Frazão e interpretado por Susana Travassos, “Mensageira”, 8º lugar na segunda semifinal (de acordo com o regulamento) será a substituta natural de Diogo Piçarra.  O número 760 100 802 fica o mesmo que tinha sido sorteado para Diogo Piçarra, mas com a contagem a iniciar-se do zero.

Última Hora: Diogo Piçarra desiste do Festival RTP da Canção!

ÚLTIMA HORA

O cantor e concorrente da edição deste ano do Festival RTP da Canção, Diogo Piçarra, acaba de emitir o seguinte comunicado:

“A toda esta família, informo que decidi terminar a minha participação no Festival da Canção.

Não existem palavras para agradecer todo o apoio e carinho que tenho recebido nas últimas 24 horas de colegas de profissão, amigos, família e fãs.
A minha posição mantém-se em relação à minha música, a consciência tranquila e cabeça erguida. Mas não pretendo alimentar mais esta nuvem. Tudo isto que se criou em torno da minha participação, já não é Música.
Não quero deixar de dizer o orgulho que poderia ser representar o meu país num concurso como a Eurovisão, mas já não faz sentido nenhum sequer tentar ganhar essa oportunidade.
A minha carreira e vida não dependem disto, só depende de vocês e nesse sentido sei que estarei PARA SEMPRE bem acompanhado.
A todos os concorrentes espero que saia do Festival da Canção o próximo vencedor da Eurovisão 2018, e estarei aqui, como todos os portugueses, a aplaudir de pé.
Obrigado por tudo

Em causa está a acusação de plágio de uma canção da Igreja Universal do Reino de Deus.

Compare agora as duas músicas:

DIOGO PIÇARRA: “Canção do Fim”

 

Pastor Walter: “Abre os Meus Olhos”

Cláudio Ramos arrasa Festival da Canção e RTP!

Cláudio Ramos arrasa RTP!

Foi na emissão do programa “Passadeira Vermelha” do canal SIC Caras que o comentador de imprensa cor-de-rosa se exaltou contra a RTP e contra o Festival da Canção:

“Eu estou cansado do Festival da Canção (…) esta fantochada que fazem com o Festival  é estragar o certame (…) Estamos a fazer um mil folhas do Festival (…) estamos a estragar o Festival, é a minha opinião como telespectador (…) Andamos há quatro meses a levar com finais do Festival (…) é uma seca! É uma seca, ninguém se aguenta …. estão as audiências aí … que ninguém vê! Quando é que abrem os olhos??? Ninguém vê o dinheiro que se está a deitar fora… é o Festival da Canção, tem de ser feito uma vez e não 2 semi-finais, para as pessoas em casa verem, votarem e perceberem qual é a canção (…) Antigamente, sabia-se através da rádio quem ganhou, agora não, concorrem 400, inventam-se 400 polémicas para fazer um Festival, porquê??? É dinheiro que o podem rasgar, que o podem atirá-lo da ponte e mandá-lo cá para fora, ou então fecham-se dentro de um escritório, escolhem a canção e apresentam-na às pessoas… porque ninguém, à excepção do júri e dos familiares dos concorrentes que lá vão, ninguém vê este Festival. Estou até convencido que os familiares estavam a ver outro canal e depois foram ver na box quem é que cantava. É inadmissível que Portugal permita que isto aconteça numa televisão pública. Acho vergonhoso! Estamos a alimentar monstros com o nosso dinheiro.

Acho uma vergonha que isto aconteça. Acho que nós somos uns parvos, que não temos coragem de dizer nada. Porque a RTP faz RTP? Aí é muito bonito! Acho uma tristeza, uma pobreza. Em lado nenhum do mundo isto acontece! Acho uns pobres de espírito!(…)  Se tu fores à rua no outro dia de manhã e perguntares quem ganhou o festival da canção, quem apresentou? Ninguém sabe!

O que se está a fazer aqui é uma grande palhaçada (…) Ai que vergonha! Até tenho vergonha!”

Já Luisa Castel-Branco concordou com Cláudio Ramos: “Aquilo que o Cláudio está a dizer, tem toda a razão. Das duas uma: ou andamos todos a fazer festas com os pêlos do umbigo, porque é uma data de meninas bonitas a apresentarem … dá vontade de rir, porque vamos arranjar mulheres muito bonitas, uma organização enorme, que nem se pode imaginar quanto é que aquilo custou  e a verdade, está demonstrada, através dos números, que não tem audiências”

Já Ana Marques diz que “o Festival adormece-nos!”

RTP2 às mosca: vários dias com zero telespectadores

RTP2 às moscas!

O Canal 2 tem registado vários dias sem 1 único telespectador sintonizado no canal público.

Na segunda-feira o documentário “Rodin, a Paixão do Corpo” registou 0% de rating e 0% de share. Mas não é caso único… No domingo o programa “Cinemax” obteve o mesmo resultado.

Já no passado sábado, a série “Bem-Vindos a Beirais” registou 0% de rating e 1% de share.

Já na sexta-feira, dia 23 de fevereiro, a RTP2 teve dois programas seguidos sem um único telespectador. O concurso de cultura Geral “SMS” e a emissão do “Euronews” registaram 0% de rating e 0% de share. Na quinta-feira, dia 22, a emissão do Euronews registou também zero telespectadores.

“O Sábio” vence estreia de “Mar Salgado” da SIC

O Sábio vence Mar Salgado da SIC

A SIC ajustou ontem, segunda-feira, a sua programação da tarde e decidiu estrear, em repetição, a telenovela “Mar salgado” que fez sucesso no horário nobre. Mas, se há noite a telenovela era um sucesso, para já, este seu regresso fracassou e até perdeu para a telenovela da RTP1.

A TVI liderou o horário das telenovelas das 14h00.

Sedução – TVI: 4,3% de rating e 30,7% de share

O Sábio – RTP1: 2,5% de rating e 13,6% de share

Mar Salgado – SIC: 2,1% de rating e 13,1% de share

“Dr. Saúde” estreou em último lugar!

Dr. Saúde

Ops! SIC começa mal as suas novas tardes.

A estação de Carnaxide estreou ontem, segunda-feira, as suas novas tardes e o programa mais esperado era o que foi apresentado pelo médico Pedro Lopes. Apesar da expectativa ser alta, as audiências revelam hoje a tendência da SIC, ou seja, continuou no último lugar do pódio.

“Dr. Saúde” registou 3,3% de rating e 11,2% de share.

“Portugal em Direto”, da RTP1, ocupou o segundo lugar do pódio com 4,0% de rating e 13,7% de share.

“A Tarde é Sua”, da TVI, foi líder de audiências com 6,7% de rating e 23,1% de share.

NOKIA: vídeo da marca finlandesa está a emocionar fãs! | COM VÍDEO!

Nokia – Connecting People!

A marca finlandesa de telemóveis e smartphones apresentou ontem, domingo, as suas mais recentes novidades no que diz respeito a tecnologia.

No final da apresentação, a Nokia deixou um vídeo sobre a sua história… um vídeio que está a emocionar pessoas por todo o mundo.

Um vídeo que fala da amizade, do amor e das diversas fases da nossa vida.

Também o vídeo de apresentação do novo topo de gama da marca está a fazer sucesso. A Nokia escolheu o tema “Life is Life” para apresentar o Nokia 8 Sirocco.

Bronca: Diogo Piçarra acusado de plágio no Festival RTP da Canção

Bronca!

O cantor Diogo Piçarra que ontem, domingo, participou na segunda semi-final do Festival da Canção na RTP1 está a ser acusado de plágio.

O cantor subiu ao palco com o tema “Canção do Fim”, mas não tardou que a polémica se instalasse.

Em causa está uma canção da Igreja Universal de Deus que o pastor Walter já cantou, intitulada “Cânticos do Reino vol. II – Abre os meus olhos”.

Em comunicado, Diogo Piçarra esclarece o assunto:

«A simplicidade tem destas coisas e só quem não cria arte é que nunca estará nesta posição. Faz parte da vida de um compositor e é algo que todos nós iremos “sofrer” a vida toda.

A ideia para a “Canção do Fim” surgiu em 2016, juntamente com muitas outras do meu mais recente disco “do=s”. Mantive-a guardada por achar algo especial, no entanto, a sua simplicidade e a sua progressão de acordes não é algo que não tenha sido inventado, tal como tudo na música.

E é engraçado como a vida tem destas coisas, coincidência divina ou não, e perceber que a Internet é o verdadeiro juiz dos tempos modernos. Aclama mas também destrói.

A minha consciência está tranquila na medida em que eu próprio sou quem está mais surpreendido no meio disto tudo: nasci em 1990, não sou crente nem religioso, e agora descobrir que uma música evangélica de 1979 da Igreja Universal do Reino de Deus se assemelha a algo que tu criaste, é algo espantoso e no mínimo irónico. Desconhecia por completo o tema e continuarei a defender a minha música por acreditar que foi criada sem segundas intenções.

Como disse, a simplicidade tem destas coisas, e as melodias na música não são ilimitadas. Nunca participaria num concurso nacional com a consciência de que estava a plagiar uma música da Igreja Universal. Teria agarrado na guitarra e feito outra coisa qualquer.

Afinal as pessoas “quando olham, veem tudo”, no entanto, só o lado mau que procuram destruir. Mas, infelizmente, informo que isso nunca acontecerá.

Obrigado a esta família gigante que me apoia sempre»

DIOGO PIÇARRA: “Canção do Fim”

 

Pastor Walter