RTP: Comissão de trabalhadores acusam Nuno Artur Silva e Daniel Deusdado

rtpcomissaotrabalhadores.png

Estalou o verniz da RTP!

A Comissão de Trabalhadores da RTP quebrou o silêncio sobre a actual situação que a estação vive sob a liderança de Nuno Artur Silva e Daniel Deusdado.

Em comunicado, a Comissão de trabalhadores da RTP diz que no canal público vive-se um caos interno” na qual a causa é a “gestão sem controlo, sem rumo e em desespero”.

“Um dos problemas do actual momento da RTP é que a mesma foi tomada, em sectores importantes da gestão, por pessoas habituadas a vender coisas à RTP” – começa por dizer em comunicado a Comissão de Trabalhadores referindo-se a Nuno Artur Silva e a Daniel Deusdado

E o comunicado continua a apontar o dedo ao administrador de conteúdos e director de programas “saíram da iniciativa privada, e de um sector onde reina a precariedade e falta de regras básicas de comunicação empresarial, e foram colocados numa das mais complexas e difíceis empresas do país, em tarefas muito acima das suas capacidades técnicas”

A Comissão de Trabalhadores diz que há “conflitos de interesses” para Daniel Deusdado e Nuno Artur Silva poderem exercer os cargos que ocupam na RTP isentamente.

“há três anos como administrador o proprietário de uma produtora e de um canal concorrente da própria empresa, o Dr. Nuno Artur Silva, dono da empresa Produções Fictícias e do Canal Q.” –  refere o mesmo comunicado

Perante o comunicado da Comissão de Trabalhadores, Daniel Deusdado terá feito um “contra-comunicado, saltando a terreiro para defender o chefe, tudo porque o comunicado da CT ter colocado o “dedo na ferida”

Mas o comunicado continua, não poupando Daniel Deusdado:

“A intenção da missiva por parte do Sr. Daniel Deusdado é provar que é ele o real decisor dos conteúdos da RTP. Na verdade, nunca existiu confirmação maior de que isso não é assim do que a própria nota e o sinal de fraqueza que a mesma encerra. Quem decide sobre os conteúdos na RTP chama-se Nuno Artur Silva e toda a gente sabe disso (…) Daniel Deusdado inaugurou um estilo. Talvez uma era. Esta é a primeira vez na história da RTP que um responsável da empresa se dirige aos seus trabalhadores nestes termos e para este efeito, acabando por confirmar, primeiro que a CT tem razão em tudo o que disse, e segundo que a RTP está sem qualquer rumo ou liderança que se veja (…) para Daniel Deusdado, não é de fora que vêm todos os males contra a RTP (…) O inimigo, visto da posição onde se encontra, está dentro da RTP. São os que cá estavam antes de ele chegar”

A comissão de Trabalhadores da RTP termina o comunicado com um “adeus” a Daniel Deusdado, considerando que o mesmo “não tem condições algumas para continuar Director de Programas de uma Instituição como a RTP”.

A revista TV Guia foi o primeiro orgão de comunicação social a colocar o dedo na ferida há cerca de duas semanas, tendo causado mal estar na administração da RTP. Agora, a Comissão de Trabalhadores da RTP veio a público denunciar o que se tem passado no mandato da actual direcção e administração.

 

 

Anúncios

Deixa o teu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s