Dina Aguiar e “Portugal em Direto” sempre a subir nas audiências!

Portugal em Direto

O programa que se dedica em torno das regiões portuguesas continua a registar boas audiências.

 

Ontem, terça-feira, o programa apresentado pela jornalista Dina Aguiar foi o terceiro programa mais visto da RTP1, registando 4,1% de rating e 16,1% de share.

Fernando Mendes continua forte!

O Preço Certo

Fernando Mendes continua a dar cartas no horário das 19h00.

Ontem, terça-feira, “O Preço Certo” foi o programa que teve o minuto mais visto na RTP1 ao alcançar 10,2% de rating e 23,6% de share. O relógio marcava 19h57.

A emissão de ontem do programa de Fernando Mendes ficou a 1 ponto percentual do programa de Cristina Ferreira na TVI.

Enquanto “O Preço Certo” registou 8% de rating e 20,4% de share, o “Apanha Se Puderes” registou 9% de rating e 22,7% de share.

O “Linha Aberta” da SIC registou 4,8% de rating e 12,2% de share.

A entrevista chocante de Luís Aleluia!

Luís Aleluia

Vítima de violência doméstica, o actor e eterno Menino Tonecas conta o que o padrasto lhe fazia.

Ele e mãe sofreram nas mãos do mesmo homem:

A violência surgia “Por causa do vinho, por causa do futebol… Perdia o Vitória de Setúbal e levávamos pancada, ganhava o Vitória e levávamos pancada (…) Éramos postos na rua, a chover… sei lá. Ele [o padrasto] trancava a porta de casa, mas por dentro e com a chave metida na fechadura… Lembro-me de aos sete ou oito anos subir pelo telhado e tirar a chave.”

A entrevista pode ser vista no próximo sábado no programa “Alta Definição” da SIC

Alexandra Borges da TVI faz apelo depois de ser encostada à parede pela a IURD!

Bronca!

Alexandra Borges faz apelo na internet!

“O Segredo dos Deuses”, série de reportagens da TVI que envolvem  a Igreja da IURD terá de ser retirada dos vários canais da TVI, quer do seu site, quer do Youtunbe, como em  outras plataformas que o canal tenha.

“Os episódios do SEGREDO DOS DEUSES parecem estar a incomodar muito o Bispo Macedo. Acaba de chegar à TVI uma providência cautelar a pedir ao juiz para mandar apagar os episódios do site da TVI.

Nos últimos dias, foi aí onde milhares de pessoas por todo o mundo acederam às verdades que denunciámos sobre a cúpula da IURD e a família de EDIR Macedo.

Querem calar esta investigação mas não irão conseguir porque, em Portugal,ainda há liberdade de imprensa.

SUGIRO A TODOS QUE EM SINAL DE PROTESTO PARTILHEM AO MÁXIMO OS EPISÓDIOS DO SEGREDO DOS DEUSES NAS REDES SOCIAIS DURANTE AS PRÓXIMAS 24h.
( basta irem ao YouTube procurar em “Segredo dos Deuses TVI” e copiarem o link)
MOSTREM A VOSSA VONTADE!” – escreveu a jornalista da TVI nas redes sociais

António Raminhos tem novo programa na RTP

Raminhos volta à RTP!

‘Missão 100% Português’ é assim que se chama o novo programa da RTP1 com António Raminhos. A estreia está marcada para 10 de fevereiro, pelas 21h15.

 

Durante 24 programas, Raminhos só vai usar produtos portugueses e, como tal, terá de esvaziar a sua casa para a poder rechear só de produtos “Made in Portugal”

“Tiraram-me quase tudo de casa. Só fiquei com o sofá que tinha comprado em Sintra. A cama e grande parte da mobília que comprei naquela loja sueca, foi tudo. Às vezes arrependo-me de ter aceitado, tenho a casa num alvoroço.” – começa por dizer

“O objetivo é perceber se é possível viver e fazer todas as coisas do dia a dia apenas com produtos nacionais. Vamos diretamente às empresas, falar com os diretores e dar a conhecer as marcas portuguesas. O objetivo também é criar um movimento português para que mais marcas se mostrem. O programa tem servido como aprendizagem e certamente não vou voltar a ser como era”

A acompanhar Raminhos irá estar uma voz que o irá guiar e dizer o que pode ou não usar.

SINOPSE:

“António Raminhos vai enfrentar uma missão… de origem portuguesa

Durante 6 meses, António Raminhos irá, apenas, comprar e usar alimentos e produtos desenhados, fabricados ou idealizados em Portugal. Para esse efeito irá começar por esvaziar a sua casa de tudo o que não seja 100% Português. A dúvida é se, tirando a sua família, sobrará alguma coisa lá dentro. António Raminhos terá como missão substituir todos os produtos, utensílios e objetos que irá retirar de sua casa por produtos portugueses. Para isso ele terá de iniciar uma busca por todo o território nacional, de norte a sul do país, e proceder à análise da sua origem, do seu preço e da sua concorrência, falando com os seus vendedores e fabricantes.

Para conseguir realizar este desafio, António Raminhos poderá contar com a ajuda da sua família e amigos. Ele tentará convencê-los a ajudá-lo e, ao mesmo tempo, que também eles procurem viver uma experiência semelhante, ou seja, que abracem a Missão: 100% Português.

Será que é preciso comprarmos tanta coisa barata e desnecessária ou deveríamos dar mais valor à qualidade sobre a quantidade? Consumir menos é apostar na sustentabilidade. Consumir produtos de proximidade é mais ecológico, saudável e responsável.” –

In,RTP

Léo Rosa: actor luta contra o cancro!

Léo Rosa tem cancro!

É um actor bem conhecidos dos portugueses nas telenovelas que a RTP já exibiu com a chancela da Record.

Actualmente, o actor de 34 anos  pode ser visto na novela “Escrava Mãe”, exibida pelas 18h30 na Record TV Portugal.

leorosa-450x332.jpg

“No final do ano passado, Léo Rosa anunciou para seus fãs que estava lutando contra um câncer. Ainda sem especificar exatamente qual, o ator tem dividido cada vez mais sua rotina de combate à doença. Ele já mostrou a queda de seus cabelos e, vez ou outra, faz posts discretos em seu Instagram Stories, como o registro da foto acima. Na imagem, o ator aparece deitado em uma cama de hospital mostrando apenas seus pés e, ao fundo, sua equipe médica. Na legenda, escreveu o seguinte: Equipe da força e do amor. Lembrando que Léo Rosa fez sucesso como galã de novelas da Record, tais como Vidas Opostas, Amor e Intrigas, Promessas de Amor e Balacobaco. Seu trabalho mais recente nas telinhas foi em Escrava Mãe.” in, Estrelando

leo-rosa-1514377750.gallery.jpg

“Léo, aliás, aproveitou recentemente para fazer uma transmissão ao vivo em seu Instagram mostrando que está bem nesta fase de combate ao câncer. Enquanto mostrava o pôr do sol do Rio Grande do Sul, onde mora sua família e local onde faz seu tratamento, ele desabafou: – Podem dizer que estou vivo, continuem achando que estou vivo, mandem energias, até choro lendo as mensagens, mas vamos parar de falar de doença. Vamos falar de saúde. Ficar falando com o amigo sobre doença é muito chato. A pessoa que está doente não quer saber de doença. Vamos tomar cerveja, comer pipoca e dar muito amor para eles, e não ficar falando de doença. Queria agradecer a generosidade de todos, mandando energias positivas. É um período muito bonito de descobertas e aprendizados na vida. É de verdade, não estou escondendo nada. Independentemente da religião, a energia está chegando com força. Ele ainda não revelou o tipo de câncer que enfrenta, mas explicou a fase atual do tratamento e agradeceu as mensagens dos fãs. – Muito obrigado por toda a entrega, atenção e tempo que vocês me dedicam. Já já as coisas estarão se encaminhando com a saúde, farei um período de repouso. ” – IN, Estrelando
ç,l,ç.+.jpg
ç+,.+º.jpg
83611acb0750bfe2e9d30b54b4555547.jpg
absalao-610-michel.jpg
9c6d2532bae6169cbe0e133b2dcb70d7.jpg

Polémica RTP: Daniel Deusdado e Virgílio Castelo sócios de Nuno Artur Silva

Polémica na RTP continua

Após o anúncio da saída de Nuno Artur Silva da estação pública, sabe-se agora do envolvimento de Daniel Deusdado e do actor Virgílio Castelo com o ainda administrador da RTP.

Assim que ocupou o cargo de administrador na área de conteúdos da RTP, Nuno Artur Silva chamou para 2 cargos importantes dois amigos e sócios: Daniel Deusdado que ocupa o lugar de director de programas da RTP1 e acumulou a direcção da RTP3 e Virgílio  Castelo para Consultor de Ficção.

A  notícia é avançada pelo grupo da Cofina que confirma a ligação de uma sociedade entre Nuno Artur Silva e Daniel Deusdado que se mantém até aos dias de hoje.

Em relação ao actual Consultor de Ficção da RTP, Virgílio Castelo, também esteve ligado a Nuno Artur Silva através da Empresa Pipoca Entertainment , Produções Audiovisuais S,A, que ambos criaram, no mês de março em 2003, para produzirem a série “Inspector Max” para a TVI. Três anos depois, a sociedade foi dissolvida.

A Comissão de Trabalhadores da RTP estranha toda esta ligação e questiona como pode Virgílio Castelo ser o homem que escolhe projectos para a RTP comprar e, ao mesmo tempo, participar nas séries que ele próprio escolheu como protagonista.

Nuno Graciano quebra o silêncio!

Nuno Graciano fala da sua saída da CMTV!

Vai ser no programa “Alta Definição” da SIC, no próximo sábado, que Nuno Graciano vai falar do seu afastamento da TV.

“Acabei por dar mão e braços a pessoas que hoje cagaram para mim completamente e isso é uma magoa enorme que eu tenho. Não acho justo, não acho correto, não acho que a vida tenha que ser assim (…) Fui muito massacrado ultimamente, fizeram-me de facto mal. Amachucaram-me, sabes, achincalharam-me, tentaram-me destruir. Porquê não sei ainda, acho que nunca saberei, mas tentaram destruir-me.”

Agora fora da TV, Nuno Graciano dedicou-se ao queijo da Serra da Estrela, sob o nome  ‘Queijo do Tio Careca’.

“Eu tive que me reinventar, podia ter ficado como muitas pessoas em casa na cadeira a ver o que é que acontece, a ver se o telefone toca, mas eu disse não. Não me vão destruir porque eu não vou permitir (…) Eu tenho responsabilidades familiares, tenho quatro filhos fantásticos que eu tenho que criar e a quem tenho de dar o exemplo de que quando a vida nos prega rasteiras nós temos de nos reerguer”

 

Comissão de trabalhadores da RTP tinha razão: Nuno Artur Silva é incompatível com o cargo que mantém na estação pública.

image-aspxkkjjk.jpg

Polémica na RTP

É o fim de linha para Nuno Artur Silva que, durante três anos ocupou o  cargo de  administrador de conteúdos da RTP.

“A presença de Nuno Artur Silva, fundador e proprietário da Produções Fictícias, na administração da RTP levantou polémica desde o início já que a produtora era, há muito, fornecedora de conteúdos da televisão pública. O CGI tinha-lhe imposto duas condições: que não houvesse qualquer ligação entre as Produções Fictícias e a RTP e que vendesse a empresa.

Nuno Artur Silva foi afirmando publicamente que tencionava vender a sua quota e que esta não produziria para a RTP durante o seu mandato para que não existissem incompatibilidades. Mas a verdade é que a sua quota acabou por não ser vendida – e o CGI foi acompanhando o assunto durante estes três anos, soube o PÚBLICO -, a RTP comprou a outras produtoras programas que já tinham sido das Produções Fictícias – como o caso das séries País Irmão e Air Lino -, a que se soma o facto de haver um número crescente de colaboradores das Produções Fictícias a participarem em programas emitidos pela RTP – como nos programas de Herman José.” – in PÚBLICO

Também Daniel Deusdado foi mencionado pela Comissão de Trabalhadores da RTP por estar num lugar para o qual não tem competências:

Ño comunicado da CT da RTP, são ainda referidos o nomes de Daniel Deusdado e Virgílio Castelo como fazendo parte de um “grave problema de supervisão” na estação pública. “A atual RTP tem um diretor de programas [Daniel Deusdado] que passou a sua produtora de vídeo [Farol de Ideias] para a posse da mulher (…) e um colaborador [Virgílio Castelo, contratado como consultor] que emite pareceres sobre a aquisição de projetos de ficção em que participa como ator”, pode-se ler.

“SuperNanny” dá liderança à SIC no domingo na segunda-feira!

thumbs.web.sapo.io.jpg

SIC lidera dois dias seguidos com SuperNanny

O novo e polémico programa da SIC foi, no passado domingo, o programa mais visto do dia em Portugal. E, na segunda-feira, voltou a ser líder no seu horário, destronando a TVI.

No domingo, “SuperNanny” destronou a TVI da liderança que tinha conquistado com a exibição de “MasterChef Júnior”. O programa da SIC alcançou 12,9% de rating e 26,0% de share, enquanbto o “MasterChef Júnior” da TVI alcançou 12,5% de rating e 25,3% de share. A RTP1 com o “Planeta Azul” registou 4,5% de rating e 9,0% de share.

Já ontem, segunda-feira, o Especial Informação da SIC sobre “SuperNanny” foi líder de audiências durante o tempo em que foi exibido e registou 13,0% de rating e 25,5% de share, deixando a TVI em segundo lugar do pódio.

Polémica: Comissão de Trabalhadores da RTP querem investigação da gestão de Nuno Artur Silva e de Daniel Deusdado.

img_818x455$2018_01_14_22_11_24_701135.jpg

POLÉMICA NA RTP CONTINUA!

A Comissão de Trabalhadores da RTP querem que as autoridades internas e externas investiguem a gestão de Nuno Artur Silva e de Daniel Deusdado,

Em causa está a compra de duas séries que o actual administrador da RTP tinha apresentado anos antes de ocupar o lugar na televisão pública no Instituto do Cinema e Audiovisual enquanto dono das PF (Produções Fictícias): “O administrador Nuno Artur Silva, subscreve a compra pela a RTP, do projecto que o mesmo apresentou ao ICA ( Instituto do Cinema e Audiovisual) em nome das Produções Fictícias (PF) referindo-se à série “País Irmão”

A Comissão de Trabalhadores da RTP continua o seu comunicado dizendo que uma segunda série terá sido adquirida pela a RTP “também no ano de 2014, a Produções Fictícias candidatou-se a um subsídio para apoio a uma série intitulada “Tudo Incluído”, da autoria de Mário Botequilha , que a CT considera semelhante à série “Excursões AirLino”

Perante isto, a Comissão de Trabalhadores da RTP, baseando-se no Código de Ética e Conduta da Rádio e Televisão aprovado em 2017 pela a actual administração, conclui que “há um conflito de interesses”

No mesmo comunicado, A CT (Comissão de Trabalhadores da RTP) diz que “A RTP mantém há três anos , como administrador, o proprietário de uma produtora e de um canal concorrente da empresa, Nuno Artur Silva, dono da empresa Produções Fictícias (PF) e do Canal Q, e tem alegado que a lei não o “obriga” a vendê-la desde que a RTP não mantenha com esta quaisquer negócios”

Mas, aos olhos de CT, não é  isto que tem acontecido como explicou acima.

Em relação a Daniel Deusdado, a CT da RTP diz que “A RTP  tem um director de programas, que passou a sua produtora de vídeo para a posse da esposa”

A Comissão de Trabalhadores da RTP acrescenta ainda que “a RTP, neste momento, vive um grave problema de supervisão”

 

João Baião lança farpa à SIC e garante: “Não saí da RTP por dinheiro”

bronca-na-estreia-de-juntos-a-tarde-joao-baiao-comete-erro-historico-em-direto.jpg

João Baião

O apresentador da SIC revelou que não foi o ordenado de 25 mil euros que o fez sair da RTP.

É numa grande entrevista que João Baião falou da sua saída da RTP para a SIC:

“Quando me mudei para a SIC, não foi por dinheiro. Saí -da RTP-  apoiado por uma ideia e num projecto profissional (…) Não me arrependo de ter saído da RTP. Faria tudo igual, porque estes três anos na SIC fizeram-me crescer imenso”, explicou à TV Guia

Em relação ao corte de 10 000 euros no ordenado, o apresentador da SIC responde assim à TV Guia:

“Vocês estão mal informados, porque o meu salário não desceu. Obviamente que me apelaram ao coração, perguntaram se estava disponível e eu … com certeza (…) Se me apela à situação , só tinha de ceder, até porque estou com a SIC neste momento, de corpo e alma. Tudo o que não seja injusto estou cá para isso, sou flexível”

Em relação ao momento que a SIC atravessa, João Baião dispara:

” Esta casa (SIC) está a precisar de uma arrumação grande (…) há muitos vírus que não servem a empresa, que minam e alguns vírus servem-se a eles próprios”

 

 

Júlia Pinheiro defende “SuperNanny”

img_828x523$2017_02_14_12_55_39_36886_im_636266458508391957.png.jpg

Polémica continua!

A apresentadora e directora da SIC defendeu o novo programa das noites de domingo do canal de Carnaxide.

Júlia Pinheiro diz que toda esta polémica em torno de “SuperNanny”: “só confirmam a necessidade de discutir as relações entre pais e filhos” e que “Há (no programa) uma intenção puramente social e pedagógica”

E garante que os pais das crianças “foram devidamente alertados” e que até “visionaram os programas internacionais”

Rita Ferro Rodrigues arrasa “SuperNanny” da SIC

img_650x412$2014_05_09_10_22_00_2557.jpg

POLÉMICA!

A apresentadora da SIC, Rita Ferro Rodrigues, emitiu a sua opinião acerca do novo polémico programa da estação onde trabalha, o “SuperNanny”.

“Já comentei várias vezes, estás distraída. Não vejo o programa, não gosto do formato. E como é óbvio acho que não devia estar no ar. Agora vê lá se ficas mais atenta para não seres injusta.” – disse, em resposta a uma fã