“Mais e Menos”: o melhor e o pior da nossa TV!

Mais & Menos” – Segunda Semana

Com assinatura de Rui L.L. Cohen, este novo espaço de opinião irá analisar, na visão do nosso comentador, os momentos que se destacaram na televisão portuguesa e que merecem a nota “Mais” ou que merecem a nota “Menos“.

Mais

» “Portugal em Direto” RTP1: Este é o formato do país real que leva a RTP à mais pequena aldeia portuguesa até à maior cidade de Portugal. Um formato que tem sido um sucesso junto dos telespectadores, que o tornam líder de audiências dia após dia. Se é notícia o “Portugal em Direto” está lá! Se a relação de proximidade com os portugueses é um dos segredos, o rosto que o apresenta também contribui, e muito, para este sucesso da estação pública. Dina Aguiar, uma jornalista de excelência que conseguiu criar um laço familiar com o público da RTP1 que, às 18h00, “mantêm” uma hora de conversa nas suas casas com a profissional da estação pública. No final, os telespectadores aguardam sempre a despedida de Dina Aguiar que não deixa ninguém indiferente “Agarre sempre o lado mais positivo da sua vida para que tudo possa parecer um pouco mais fácil. Fique bem e até amanhã se Deus quiser“.

ng1714869

 

» “Bárbara Guimarães” SIC: a apresentadora de Carnaxide tem passado por uma imensa  tempestade na sua vida pessoal por causa do processo de divórcio que envolve violência doméstica. A Bárbara Guimarães começou a cair, a cair, a cair e o que fez a SIC? Deixou-a cair! Num exclusivo da VOX POP TV, sabe-se que foi Júlia Pinheiro a responsável pela SIC não lhe dar a mão numa altura tão difícil na vida de uma pessoa. Com a subida ao poder, Gabriela Sobral decidiu inverter a decisão inicial e, é já este ano que Bárbara Guimarães volta ao ecrã da SIC. Esta reviravolta é o “Mais” da SIC esta semana, pois conseguiu ver a tempo a sua cegueira e, finalmente, vai dar a mão à sua apresentadora que tanto precisa. Não convém esquecer que, na maioria das vezes, o trabalho acaba por ser um bom refúgio e um bom local para não cairmos no fundo do poço.

Barbara-Guimarães-o-peito-e-o-microfone.jpg

 

» “Apanha Se Puderes” TVI: Uma semana e meia após a estreia na TVI, Bruno Santos, Cristina Ferreira e Pedro Teixeira têm razões para sorrir e festejar. Se ainda é cedo para fazer a festa? Sim, é! Mas há um pormenor que convém não esquecer, a partir da próxima segunda-feira, dia 27 de março, os dias começam a ser maiores, decido à mudança para o horário de Verão,  e a maioria do público de “O Preço Certo” não está em casa a essa hora e há sempre uma grande quebra de audiências, ainda que no ano passado, o programa de Fernando Mendes perdeu audiências mas nunca perdeu a liderança. Foi por esta mesma razão que a TVI teve a esperteza e inteligência de estrear este concurso nesta altura do ano, pois sabe que não perde tanto telespectadores no Verão como a RTP1 perde.

Apanha-Se-Puderes.jpg

 

Menos

» “Gala de homenagem a Ruy de Carvalho” RTP1: é vergonhoso aquilo que a RTP está a fazer ao consagrado actor português Ruy de Carvalho. Por causa de críticas e ameaças de alguns telespectadores devido à pequena aparição de Carlos Cruz no ecrã do canal público, por causa da opinião do inútil CGI, Daniel Deusdado e Nuno Artur Silva decidiram recuar e atirar a Gala homenagem para o mês de junho, mês de Verão, onde o consumo de televisão em Portugal é menor, bem menor mesmo, do que no mês de março, o mês do aniversário de Ruy de Carvalho. A VOX POP TV não hesitou, e bem, ao avançar com a notícia desta reviravolta na RTP em exclusivo. Depressa a notícia se tornou viral e rapidamente a polémica surgiu. As opiniões dividem-se entre aceitar Carlos Cruz no ecrã da RTP e o de não o quererem ver na estação pública. Mas o que isso importa, se afinal a Gala gira em torno dos 90 anos de idade e 75 anos de carreira de um grande senhor do nosso teatro, da nossa ficção de nome Ruy de Carvalho??!! São daqueles pormenores que perante a grandiosidade do homenageado não são mais do que uma gota de água no oceano. Carlos Cruz, bem ou mal, foi julgado e condenado. Cumpriu a pena que lhe foi imposta, que mais se pode pedir? Que não volte à TV? Pode-se pedir isso, sim. Mas não neste momento único na vida de Ruy de Carvalho. A RTP cedeu, mais uma vez, cedeu a interesses que nunca são os interesses dos seus telespectadores e dos portugueses que pagam, todos os dias, a taxa audiovisual. Nesta polémica o problema não é o Carlos Cruz, mas sim os directores e administradores da RTP e a sua falta de respeito para com um actor maior da nossa cultura. Uma festa bonita, uma homenagem única que a RTP conseguiu estragar. Agora, em vez de ter transmitido a Gala no passado dia 19 de março, Dia do Pai, a RTP vai transmiti-la, se não mudar de ideias novamente, daqui a 3 meses. Sim, leram bem, 3 meses depois do Ruy de Carvalho fazer anos. Há mais de 2 anos que temos uma RTP sem rei nem rock onde não há vergonha na cara e onde o dinheiro dos contribuintes é esbanjado sem vergonha e sem pudores.

naom_58b83d74568f5.jpg

 

» “Telenovelas da Globo” SIC: vivemos numa época em que já não justifica a SIC ter contrato de exclusividade com a TV Globo e gastar milhões na compra das suas telenovelas. A TV por cabo está em casa de quase 90% de famílias portuguesas que no seu pacote têm a TV Globo, a Globo e a Record TV, onde poderão ser vistas em prazo menor todas as novidades em torno das novas novelas brasileiras. E, aqui, a SIC pouparia milhões por ano para investir mais e melhor na sua grelha. Sei que parece ser ousado dizer e escrever isto mas, cada vez mais há alternativas que os telespectadores usam para ver, quase, em tempo real todas as novidades, desde o YouTube passando pela Netflix tudo é visto mais rápido sem ter que esperar como se esperava antigamente pelas grandes novidades. Hoje, este investimento da SIC já não faz muito sentido.

TV_GLOBO_2008_portugal.png

 

» “Let´s Dance – Vamos Dançar” TVI: este é daqueles casos em que o provérbio “pau que nasce torto jamais se indireita” e a TVI errou em várias frentes face ao novo programa de Fátima Lopes que desejava regressar em grande ao horário nobre. Bruno Santos deu parte fraca, mudou o jogo na segunda semana de exibição do talent show, sem dar uma justificação aos seus telespectadores que ficaram sem perceber o que se estava a passar. Estreou um reality show, ou seja, mais do mesmo e pronto, voltou-se a sorrir na TVI. E o respeito pelos profissionais e concorrentes do “Let´s Dance”? E o respeito pelos telespectadores que fazem, actualmente, da TVI o canal líder de audiências? Tudo errado, num canal que devia fazer quase tudo certo. Depois temos uma Fátima Lopes em negação, que não assume os maus resultados do seu programa que, só pioraram, depois da falta de respeito que tiveram com os telespectadores do canal de Queluz de Baixo. Assim se mata um programa à nascença.

nova-gente-55458-noticia-lets-dance-tvi-assume-o-falhanco-e-encerra-academia-de-danca_7.jpg

Anúncios

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s