Ele Há Coisas”- Tema: “A nova TVI”

O espaço de opinião da VOX POP TV, por Rui Cohen

A TVI comemorou esta segunda-feira, dia 20 de fevereiro, os seus 24 anos de emissões.

24 anos do segundo canal privado em Portugal que hoje é líder absoluto de audiências. A TVI é o canal, em Portugal, há mais anos no número 1 do pódio. A culpa, essa, é da maioria dos portugueses. É obra!

Às 20h00, desta segunda-feira, o “Jornal das 8” começava com Judite Sousa a anunciar a nova mudança, a nova viragem da TVI… a nova TVI.

Com Pedro Pinto e José Alberto Carvalho em estúdio, o “Jornal das 8” foi conduzido por uma tripla de luxo que até teve o Presidente da República na inauguração da nova imagem, algo que nunca aconteceu na cronologia da Presidência da República.

Durante o daytime, a TVI fez a festa com os seus apresentadores, actores, equipa técnica, directores e administradores.

É uma nova era do canal de Queluz de Baixo que tentou surpreender com o seu novo logotipo que nasce da tendência que já se verificava noutros canais do grupo MediaCapital, tais como o TVI24, + TVI, TVI Ficção. Portanto, esta primeira mudança não surpreende, não é algo novo. O logotipo da TVI generalista perdeu cor e perde-se durante e ao longo da emissão. Confesso que não sou adepto da cor branca nos logotipos da televisões, apesar de saber que se trata de uma tendência que Emídio Rangel iniciou na RTP.

E por falar na RTP, a nova linha gráfica da TVI na informação faz muito lembrar a linha gráfica que a RTP estreou em 2004, aquando da grande reestrutura da estação pública. Muito semelhante, apenas muda a cor e mais um ou outro pormenor.

O estúdio mantém a redacção à vista o que é bastante positivo, afinal o jornalismo faz-se com pessoas, apesar de muitos pensarem que se faz com máquinas de notícias. A cor branca torna o estúdio frio, perdendo as cores quentes que antes tinha. No entanto, a mudança é positiva.

A mesa do pivot é algo que não lembra a ninguém. Feia, fria e perde-se no estúdio. Como não bastasse o branco da mesa e do estúdio, Judite Sousa vestiu-se também ela de branco, um erro de imagem.

O grande ecrã atrás do pivot também já a RTP o tinha feito em 2004. Até o Globo/Terra é bastante semelhante.

tvi-e1487627250161.jpg

Com esta mudança, a TVI pretende a coerência na linha de logotipos que já vinha a anunciar há algum tempo.

Também a senhora que faz a tradução daquilo que é dito no Jornal da TVI para a Linguagem Gestual saiu, finalmente, do tradicional quadrado. Excelente ideia.

Mas houve outras surpresas, a presença do jornalista jornalista Sousa Martins para dar as notícias do desporto no principal jornal da estação de Queluz. Afinal o trio era mais quarteto de luxo.

Esta é uma nova era na TVI, pelo menos assim os seus responsáveis o desejam.

Em breve, uma nova leva de estreias na área do entretenimento com muitas novidades na área dos talent-shows.

Menos reality-shows, assim é o desejo do director Geral da TVI, Bruno Santos mas … até quando???? Bom, até quando os talent – shows renderem boas audiências à TVI! Que não é o caso do “Let´s Dance – Vamos Dançar” que Fátima Lopes tem apresentado nas noites de sábado com uma audiência pouco convincente, perdendo para “Amor Maior” da SIC, pela segunda semana consecutiva. Bem sei que a telenovela de carnaxide não tem o mesmo tempo de duração do Talent-Show da TVI mas ainda assim, enquanto atelenovela está no ar, a TVI não a consegue vencer …

Mas, enquanto continuar a haver uma RTP mais preocupada com os tachos e tachinhos de Daniel Deusdado, Nuno Artur Silva e Paulo Dentinho, uma SIC que ainda procura uma nova identidade, a TVI pode continuar descansada e rumar a mais um ano de liderança absoluta.

Termino com uma certeza, neste momento, é a TVI que mais se está a mexer e que mais propostas se prepara para oferecer ao seu público. Uma coisa é certa, vem aí uma enorme variedade de programas na estação de Queluz de Baixo sendo que, a maioria é a pensar na família.

Um àparte: não sei se Júlia Pinheiro deu os parabéns à TVI mas, em dia de aniversário, fazer uma piada durante o programa que apresenta na SIC – Queridas Manhãs –  em tom de gozo com a TVI é de mau tom, de mau gosto e de uma deselegância total para os seus ex-colegas na TVI. Ficou-lhe muito mal essa atitude, cara Júlia. Na TV, não devia valer tudo mas, pelos vistos, na SIC vale. É pena!

Nem sempre a sua história foi feliz, tal como tantas outras histórias de TV´s por este país e mundo fora … Parabéns TVI!

Uma opinião de: Rui Cohen – comentador da VOX POP TV

Advertisements

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s