Serenella Andrade escapou à morte por um fio!

A apresentadora da RTP confessa que não ganhou para o susto “Foi horrível!

Exclusivo Flash!

Serenella Andrade escapa à morte: “Foi horrível!”

A apresentadora da RTP1 ficou com o carro sem travões na 2.ª Circular, em Lisboa, e, quase por milagre, conseguiu escapar ilesa. Serenella Andrade descreve o momento “horrível” ao site FLASH!. E o pior é que tinha o filho a seu lado.

img_828x523$2017_02_13_19_49_12_36803_im_636226123432453663.png

NA FOTO: Serenella Andrade com os 3 filhos: Bernardo, Sofia e Miguel

Serenella Andrade, de 54 anos de idade, não esquece o susto de morte que viveu há menos de uma semana, quando ficou com o carro sem travões, pelas 19h00, na 2.ª Circular, em Lisboa. “Foi horrível”, revela a apresentadora da RTP1. Em hora de ponta, numa das vias mais movimentadas da capital, a apresentadora correu mesmo perigo de vida. Felizmente, tudo não passou de um susto.

A apresentadora da RTP ia a caminho de casa quando tudo aconteceu. “Vinha na 2.ª Circular e travei, fiquei com a impressão que não tinha travado e como estava com o meu filho comentei com ele. Depois voltei a carregar nos travões, mas o travão bloqueou e não voltou a funcionar”, conta Serenella em exclusivo ao site FLASH!. Sem entrar em pânico, usou o travão de mão: “Comecei a reduzir a velocidade e quando comecei a descer fui travando com o travão de mão até que consegui parar o carro”.

A apresentadora tem consciência que teve “imensa sorte, porque não choveu e o trânsito não era muito”. “Depois chamei o reboque e o carro foi para a oficina e lá se confirmou que estava um tubo ligeiramente desgastado. Bastou isso para ficar sem travões”, conta já refeita do susto.

Serenella Andrade recorda que o carro tinha estado na oficina há pouco tempo. “[O carro] Já estava a avisar há uns tempos que tinha qualquer coisa nos travões, tanto que mudou pastilhas e discos, mas voltava sempre a acender a mesma luz”.

A apresentadora recorda que viveu um momento muito assustador que a deixou a tremer. Valeu-lhe a tranquilidade do filho. “O meu filho assustou-se menos do que eu. Quando parei o carro estava a tremer. Estava mesmo muito assustada”.  IN, FLASH

Por Débora Godinho – Jornalista Flash

Advertisements

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s