Bronca: Paulo Dentinho recorre ao palavrão para se defender!

Paulo Dentinho, director de informação da RTP, reagiu a uma crítica de um ex-jornalista da SIC recorrendo ao palavrão. Tudo aconteceu na página de facebook do repórter de imagem da estação pública, Carlos Pinota.

“Sinceramente, acho que um director de informação não deve fazer isto, não é este o papel dele. É a minha opinião, não se pode querer o melhor de dois mundos, como se costuma dizer … Ou o Paulo Dentinho demitiu-se e eu não ouvi falar de nada?” disparou Carlos Narciso, ex-jornalista de guerra da SIC

A resposta do repórter de imagem da RTP não tardou: E quando se consegue fazer o melhor de dois mundos ?!?!
Porque não…
Um director de informação também é jornalista. Não entendo porque se deve ter a ideia de que um director não pode andar no terreno, ou eventualmente até num cenário de guerra”
, disparou Carlos Pinota.

Carlos Narciso, ex-jornalista da SIC, não ficou satisfeito com a resposta do cameraman da estação pública e voltou a lançar mais achas para a fogueira: “Carlos Pinota meu caro, não vamos iniciar aqui uma polémica sobre isto, espero eu… mas um director de Informação nunca pode escolher-se a si mesmo, em detrimento da redacção… eu só aceitaria que o PD aí estivesse contigo se não houvesse bons repórteres na redacção ou se nenhum deles quisesse essa reportagem… se foi isso que aconteceu, retiro o que disse já, se não foi acho um abuso.Um director de informação nunca pode escolher-se a si mesmo, em detrimento da redacção … Eu só aceitaria que o Paulo Dentinho aí estivesse se não houvesse bons repórteres  na redacção ou se nenhum deles quisesse essa reportagem … se foi isso que aconteceu , retiro o que disse já, se não foi acho um abuso”, disparou.

E, de repente, Paulo Dentinho entra de rompante na conversa e é aí que a conversa começa a azedar: “Pois, Carlos, falas do que não sabes . E, lamento, não concordo nada contigo. Um director nunca deixa de ser jornalista. Eu sou. Vou continuar a ser. Não concordas? É a tua opinião. Vale tanto como a minha. Mas vais perceber melhor dentro de alguns dias. Eu quero fazer parte da tradição do grande Adelino Gomes. As minhas referências são mais essas., escreveu Paulo Dentinho.

Carlos Narciso volta à carga: “Paulo Dentinho, portanto, não havia jornalistas capacitados para essa tarefa. O Director de Informação teve de escolher o Paulo Dentinho. Não se fala mais nisso.

 A resposta de Paulo Dentinho não tardou: “Carlos, contínuas a falar do que não sabes. Repito: o Adelino Gomes foi director e não deixou de fazer reportagens. É melhor exemplo do que o do simples director; ou o director pivot; ou o director comissário político. Podia também referir o jornalista assessor do ministro. Relembra as coisas. O Adelino é um excelente exemplo. Por outro lado, e como não percebes nada disto, achas na tua imensa sabedoria e, constato, profundo moralismo – que bem que te fica! – que qualquer repórter pede o visto e chega aqui. Estás muito bem informado, pelo que vejo. Sim, não se fala mais nisso. É melhor para ti.” – atirou o director da RTP.
Carlos Narciso não se fica por ali e acrescenta: “Paulo dentinho é a segunda vez que dizes que não sei do que falo… gostava que me dissesses o que tens tu para me ensinar de reportagem. Quanto ao teu alter ego apenas registo o teu deslumbramento, mas isso não muda nada naquilo que é o centro desta questão: tu és o único jornalista da RTP que pode estar aí e portanto aceitaste o convite que te foi feito pelo senhor director de Informação.”
Paulo Dentinho responde assim: A conversa acabou. Depois percebes. Ou não. O mais estranho é depois de tantos anos ainda não me conheceres minimamente. Mas que se lixe. Eu também não te reconheço agora. Além disso, já não tenho idade para medir o tamanho da pila. A minha serve-me como é.”
Carlos Narciso volta a responder: Conheço-te o suficiente. Mas eu estive apenas a a falar de ética, mas não percebeste.
132503_1580643351179_3777621_o.jpg
NA FOTO: Carlos Narciso – Jornalista
Anúncios

2 Comments Add yours

  1. Miguel diz:

    “Pila” é palavrão?

    1. VOX POP TV diz:

      Tudo aquilo que vem do calão é considerado palavrão.

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s