1 ano depois, Ministério Público acusou dois arguidos

O vídeo do jovem a ser agredido numa escola da Figueira da Foz, que se tornou viral na internet, resultou em dois arguidos pelo crime de ofensa à integridade física qualificada e numa menor sujeita a acompanhamento educativo, segundo avança a TSF.

O Ministério Público investigou, ao todo, quatro processos, sendo que dois deles acabaram suspensos. Este processo envolveu oito jovens, quatro deles menores com 16 anos e outros quatro maiores de idade. Um dos inquéritos, resultou numa acusação contra dois arguidos pelo crime de ofensa à integridade física qualificada. Nos inquéritos tutelares educativos – apenas para adolescentes de 12 a 16 anos – terminaram com uma jovem sujeita a medida tutelar de acompanhamento educativo por dois anos, e a outros três menores foi  aplicada a suspensão provisória do processo por 6 meses.

No vídeo pode ver-se duas raparigas a dar vários estalos a um rapaz, que nunca reage às agressões. Com duração de 13 minutos, as imagens tornaram-se bastante populares em todo o país, chegando até a haver uma comunidade de apoio no Facebook, com mais de 23 mil apoiantes e uma onda de solidariedade de várias figuras públicas que reagiram ao acontecimento através da rede social.

O Vídeo é chocante:

As reacções de algumas figuras públicas:

O humorista e locutor da Rádio Comercial Nuno Markl afirma que as duas jovens que aparecem no vídeo não são bullies, pois isso era o que havia no seu tempo, como conta. Para ele, “estas tipas são já a modos que psicopatas”.

A mesma reacção teve o humorista Nilton. “Coloco aqui para que sintam também e de igual forma a vergonha e humilhação pública pela merda de pessoas que foram neste momento”, escreveu, num texto a acompanhar as fotografias das duas raparigas. Nilton alerta também para este tipo de problemas: “Miúdo e miúdos que sofrem estas coisas. Estou com vocês. Reajam! Falem com adultos. Procurem ajuda, mas por favor não permitam isto em momento algum das vossas vidas”.

O actor e humorista Rui Unas escreveu: “Quem vir o vídeo vai ter vontade de desatar a espalhar lamparinas a torto e a direito (…) Algo que não iria resolver nada (…). Eu só desejo que o que era vídeo “troféu” passe a ser motivo de vergonha para os envolvidos”.

No ponto de vista de Diogo Faro, humorista e autor da página no Facebook Sensivelmente Idiota, estes miúdos “precisam de ser punidos, e tratados provavelmente, assim como a situação deve ser denunciada, mas as imagens não podem andar por aí. Primeiro, porque lhes vão dar fama e atenção (…) e também porque vai gerar ódio no sentido inverso e não é a bater-lhes de volta que isso se vai resolver”.

Estes são 0s rostos dos 6 agressores ao rapaz da Figueira da Foz.

20028_10203436735313707_6853237427784893572_n.jpg

Anúncios

Deixa o teu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s