Conheçam o Hino Oficial do Euro 2016

Este é o Hino Oficial do Euro 2016 de Futebol.

Aqui fica o vídeo com a música do David Guetta feat. Zara Larsson:

“This One’s For You” UEFA EURO 2016™ 

Já o hino escolhido que a RTP escolheu para apoiar a equipa das Quinas foi um tema dos Amor Electro:

O Europeu de Futebol está a chegar … de 10 de junho a 10 de julho de 2016.

Força Portugal!

Mariza não gostou e respondeu a um comentário de uma fã no FB

A fadista respondeu a um comentário de uma seguidora, que a criticou por não usar “a sua cor preta natural de cabelo”. “A melhor forma de unir povos e culturas não é separando-os por coisas mesquinhas”.

O momento era de partilha de um vídeo onde surgia com o cantor britânico-libanês Mika, ao jantar, a cantar em dueto a música “I Can’t make you love me”. Mas o “post”, publicado este sábado no Facebook oficial da fadista, acabou por tomar um rumo diferente, quando uma seguidora questionou Mariza sobre a sua cor de cabelo.

No comentário, a seguidora pergunta a Mariza porque não usa “a sua cor preta natural de cabelo. A fadista, que começou por explicar que raramente responde a comentários, respondeu à questão.”A cor natural do meu cabelo é arruivado. Tal como o meu filho. Tenho avó Negra, como tenho avó branca, como bisavós espanhóis e Goeses! Como me devo expressar então???! Num mundo livre sem tabus, repressões ou fronteiras para mim isso não existe”, começou por escrever Mariza,

“Conheço muitas pessoas de raça branca que nasceram em África, loiras e de olhos azuis, será que têm que frisar o cabelo para mostrar de onde vêm???? Desculpe não entendo o seu raciocínio. A melhor forma de unir povos e culturas não é separando-os por coisas mesquinhas. Mas sei que com o poder da minha música eu consigo chegar a muitos corações, independente da raça, credo ou…Se não não estaria aqui a menina a escrever no meu Facebook”, concluiu a fadista.

Mariza, de 42 anos, é filha de pai português e mãe moçambicana. Nasceu em Lourenço Marques, atual Maputo, capital de Moçambique, em 1973. A família mudou-se para Lisboa quando a fadista tinha três anos.

In, JN

Inês Castel-Branco explica porque não disse “boa noite” e porque mal deixou José Mata falar

Criticada por não ter sorrido na entrega de um Globo de Ouro, Inês Castel-Branco reconhece, uma semana depois, que “devia ter dito boa noite” e “devia ter estado mais descontraída”.

Depois de ter subido ao palco do Coliseu dos Recreios, no passado domingo, para entregar o Globo de Ouro para Melhor Grupo aos D.A.M.A, Inês Castel-Branco foi alvo de insultos e críticas nas redes sociais, que não gostaram da sua postura pouco sorridente. Uma semana depois, a atriz de 34 anos decide colocar um ponto final no assunto, reconhecendo que “devia ter estado mais descontraída”.

“Eu devia ter dito boa noite, é verdade. Mas estava muito nervosa. Eu não sei ler um teleponto, não sou apresentadora, e de facto devia ter estado mais descontraída e devia ter deixado o José Mata falar e dizer boa noite. Coitado, nem isso deixei”. No entanto, Inês Castel-Branco não deixa de lamentar a forma exagerada como muitas pessoas reagiram. “Se eu acho isto de uma proporção ridícula e injusta? Acho. Se já passou? Já”, garantiu.

Afastada dos ecrãs desde “Mar Salgado”, a atriz prepara-se agora para uma nova novela, “Golpe do Destino”, que substituirá “Coração d’Ouro” na grelha da SIC. As gravações começam já esta semana, em São Tomé e Príncipe, e Inês Castel-Branco não podia estar mais entusiasmada com a viagem. “Na mala levo coisas de verão, protetores, repelentes, livros, episódios, levo muitas coisas para crianças de lá, como brinquedos e livros infantis, e levo na minha mala emocional muita vontade de começar e muita vontade de fazer um bom trabalho”, revelou a atriz. In, JN