As 55 Sombras de Júlio Isidro

img_999x556$2015_03_17_17_37_37_113340_im_635622107204501891ELE HÁ COISAS | Por: Rui Miguel
“As 55 Sombras de Júlio Isidro”

O Júlio Isidro demonstrou ontem, na RTP1, que velhos são os trapos. Em Portugal há poucos como ele. Só no nosso país é que um profissional do calibre do Júlio é suplente.

O Tio Julião foi chamado à pressa por Hugo Andrade para substituir Tânia Ribas Oliveira que, à própria da hora ficou doente, enquanto o Zé Pedro está de férias, longe de Lisboa. Faltava menos de uma hora para o programa das manhãs da RTP1 ir para o ar quando Júlio Isidro recebeu a chamada de SOS da RTP em pijama. Nem acabou de tomar o pequeno-almoço… saiu a correr para os estúdios da sua RTP.

“A pessoa que menos sabe deste programa sou eu”, disse quando começou a conduzir o formato naquela manhã atribulada. “O programa hoje não se chama Agora Nós mas Agora é que são Elas” disse em tom divertido.

O Júlio é assim, sabe rir quando deve rir, fala sério quanto assim tem de ser, brinca e sabe brincar … e naquele momento de maior stresse, usou o seu humor para se acalmar e acalmar uma produção inteira que estava com os nervos à flor da pele.

Júlio Isidro sempre deu mais à RTP do que a RTP a ele. Os sucessivos directores e as diversas administrações raramente lhe fizeram justiça. Excepção feita a Emídio Rangel que sempre foi um homem que soube usar a prata da casa.

Do mundo da rádio ao mundo da televisão foi um pulinho. O seu percurso profissional é recheado de inúmeros sucessos criados por si. Nunca precisou de ir ao estrangeiro comprar formatos para a televisão portuguesa. As suas ideias sempre foram originais e aplaudidas pelo público português.

Actualmente apresenta nas tardes de domingo o seu “Inesquecível na RTP Memória que, por norma, costuma ser o programa mais visto do canal.

São 55 anos de carreira e mais de 70 de vida. Já fez de tudo e fez sempre bem. O Júlio Isidro não tem sombras, pois a sua estrelinha brilha sempre muito forte. Acontece a quem faz bem.

Embora hajam mágoas neste seu longo percurso, o que o Júlio Isidro quer, é um dia sair da RTP pelo seu próprio pé pela porta grande.

E se na passada terça-feira Júlio Isidro deu uma grande lição/aula de como apresentar o desconhecido, provas fossem preciso, só temos de tirar o chapéu a este grande senhor da comunicação social portuguesa que continua em grande forma.

O Júlio merecia muito mais visibilidade dentro da RTP… se vivesse no estrangeiro, hoje estaria à frente de um grande formato no horário nobre. Os responsáveis das televisões em Portugal não sabem tratar bem os seus profissionais, onde muitas vezes dão tudo o que têm e o que não têm, excepção feita a Emídio Rangel, a Luiz Andrade e a José Eduardo Moniz.

Mas o que é certo, é que na hora do aperto Hugo Andrade lembrou-se do Rei da TV Portuguesa, tal como a VOX POP TV o chama. Bem hajas Júlio Isidro!

Um pensamento em “As 55 Sombras de Júlio Isidro”

Deixe uma Resposta para Regina Tomé Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s